21 de fevereiro de 2024
Palco esquecido • atualizado em 10/08/2023 às 16:02

Zico lamenta estado do Serra Dourada: “Deveria ser referência”

De acordo com Zico, o Serra Dourada era um dos palcos futebolísticos que ele mais gostava de jogar
Zico durante coletiva em Goiânia (Foto: Reprodução)
Zico durante coletiva em Goiânia (Foto: Reprodução)

Presente em Goiânia para uma palestra no Sesc Faiçalville, um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro, Arthur Antunes Coimbra, o Zico, lamentou nesta quinta-feira (10), o estado do Estádio Serra Dourada, que anda nas palavras do ex-camisa 10, “esquecido”.

De acordo com Zico, o Serra Dourada era um dos palcos futebolísticos que ele mais gostava de jogar. “Eu sempre disse que era o estádio número 1 do Brasil”, destacou durante entrevista com jornalistas. Ele atribui o fato do estádio não ter sido incluído como um dos centros da Copa do Mundo de 2014.

“Infelizmente, a gente não entendeu porque o Serra Dourada não foi incluído na Copa do Mundo e dali em diante ficou esquecido. Era um campo dos melhores”, desabafou. Zico relatou as boas memórias dentro dos gramados de um dos maiores palcos do futebol brasileiro.

Leia Também

Leia mais sobre: Goiânia