22 de fevereiro de 2024
Destaques • atualizado em 08/02/2021 às 11:07

Vanderlan terá encontro com ministro da Infraestrutura, Caiado e empresários para rediscutirem anel viário de Goiânia

O senador Vanderlan Cardoso (PSD) se reuniu na quarta-feira (3/2) com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, e discutiram a volta dos trabalhos referentes à obra do anel viário da Região Metropolitana de Goiânia. O parlamentar também fez o convite ao ministro Freitas e o governador Ronaldo Caiado (DEM) para um próximo encontro para debaterem o assunto.

Além desta pauta sobre o anel viário, o senador falou também de outras obras para o estado. Já o ministro Tarcísio agradeceu a visita de Vanderlan e falou da importância dessa parceria.

“Agradeço a visita do senador Vanderlan Cardoso. O alinhamento é fundamental e a bancada tem sido grande parceira nossa. Norte-Sul 100% operacional no 1º semestre, leilão da BR-153 e também a concessão da BR-060/364/452, que é onde vamos dar a solução para o contorno de Goiânia. Muita coisa por vir”, destacou o ministro.

O senador Vanderlan destacou que na política é preciso união dos políticos goianos para os projetos acontecerem em Goiás.

Leia Também

Vanderlan defende esta obra no anel viário desde quando era prefeito de Senador Canedo (205/2010). Segundo ele o projeto vai ser de grande importância para a região.

“O Anel Viário de Goiânia é uma obra muito esperada por todos, pois vai melhorar o acesso a todo entorno e resolver o problema de transporte de cargas e pessoas em toda região metropolitana. Fico muito feliz com o dinamismo do ministro e em poder contar com a pasta para resolver gargalos de infraestrutura, não só do Estado de Goiás como do nosso País”, salientou.

Nesse próximo encontro poderão participar, além da bancada federal e do governo do Estado, entidades empresariais como Federação do Comércio (Fecomércio), Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi), Federação da Indústria (Fieg), Associação Comercial e Industrial (Acieg), Conselho de Desenvolvimento Econômico e Estratégico (Codese) e Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial) e outras entidades também serão contatadas pelo senador.

Este projeto, segundo o senador, seria a princípio uma obra com um desvio de aproximadamente 30 Km, que partiria do Jardim Marilia, em Aparecida de Goiânia, passando atrás do autódromo de Goiânia até o posto da Polícia Rodoviária Federal, na saída para Anápolis. O acordo entre Ministério dos Transportes, Concessionária Triunfo|Concebra, ANTT, Governo de Goiás e prefeituras, inclusive, já havia sido fechado e o custo estimado era de R$ 350 milhões para obras e desapropriações, contudo nunca teve início.


Leia mais sobre: / / / / / Destaques / Política