Uber alerta para ameaça contra aplicativos de transporte no Senado

ANÚNCIO

Um comunicado inusitado tem pego os motoristas parceiros da empresa UBER via redes sociais e no site da empresa por causa do alarme que provocou. A comunicação chama os condutores de veículos para pressionar os senadores contra o projeto de Lei 28/2017 que, segundo a empresa, ameaça acabar com os aplicativos de transporte individual.

O projeto cria uma obrigação para que todos os motoristas de aplicativos só possam trabalhar se conseguirem licenças para circular iguais às concedidas aos taxistas (Incluindo todas as exigências, inclusive concessão do poder público municipal.

Disse a empresa, na campanha ao mobilizar os seus motoristas parceiros para fazer cobrança direta aos perfis dos senadores nas redes sociais:

ANÚNCIO


“Os defensores do projeto dizem que isso é uma regulação do sistema. Na verdade, é uma limitação que o impede de funcionar e deixa desamparadas todas as pessoas que hoje dependem de aplicativos para gerar renda.

Nesta terça-feira (26/9), o Senado vai decidir se coloca o projeto em regime de urgência. Se o fizer, cederá à pressão dos taxistas. Isso vai significar que essa proibição, que não chegou a ser realmente debatida no Senado, pode virar lei a qualquer momento e você será impactado.


Motorista parceiro, entre nessa batalha e pressione o senador do seu Estado para que ele não faça isso com você

Entre na página do Facebook dos senadores do seu estado e deixe nos comentários o seu vídeo de protesto contra o fim dos aplicativos de mobilidade.

Acesse a lista aqui

Atenção

Fique de olho nos seus canais de comunicação com a Uber (e-mail, SMS e app) para receber informações, inclusive sobre as próximas ações que estão sendo planejadas para que todos os 81 senadores do país reconheçam a importância dos aplicativos para os brasileiros.Atenção

Comentários

comentarios

ANÚNCIO