29 de fevereiro de 2024
Trindade • atualizado em 08/10/2022 às 17:16

Trindade inicia projeto digital para educação

(Foto: Secom / Trindade)
(Foto: Secom / Trindade)

A Prefeitura municipal começou a implementar o projeto Trindade Digital, neste mês de outubro. Entre os objetivos está a capacitação dos profissionais da educação para que possam manusear os sistemas de maneira mais assertiva, o que vai influenciar diretamente no aprendizado dos alunos.

A iniciativa do prefeito Marden Júnior beneficia alunos, pais ou responsáveis, e toda a comunidade. O projeto Trindade Digital vai ainda gerar 30 vagas de estágios para monitores que, capacitados, vão auxiliar o trabalho desenvolvido dentro das unidades de ensino. Para auxiliar na área social, serão disponibilizados cursos profissionalizantes para os pais ou responsáveis e ainda tratamentos odontológicos para alunos que necessitem de atendimento.

A equipe que implanta o projeto Trindade Digital faz parte do Instituto Social Ser Feliz e tem profissionais de várias localidades do país que estão no município para trabalhar diretamente nas escolas e Cmeis. A primeira etapa é dividida em 20 itens que serão implantados de imediato, mas de forma progressiva.

Leonardo Tesser é diretor de informática e percorre as unidades de ensino para verificar qual a situação dos computadores. Ele verifica as tomadas que ligam nas redes elétricas e substituição de peças, e a falta algum programa específico que vai facilitar o andamento do trabalho para os profissionais da educação.

Leia Também

“As pessoas dessa cidade são muito receptivas. Nas escolas e Cmeis o trabalho transcorre de forma surpreendente por essa receptividade. Todos querem aprender mais para repassar aos alunos e à comunidade”, afirma Cláudio Marcellini ao ressaltar a importância social do projeto.

“As ações vão além da parte técnica, atingem ainda o lado humano com o atendimento odontológico gratuito, criação de vagas de estágio e a possibilidade de gerar renda para os pais ou responsáveis dos alunos devido aos cursos que serão oferecidos”, avalia.

O Cmei Wilma Soares possui 40 servidores que trabalham com 190 alunos de um a cinco anos de idade. As necessidades do local já foram identificadas e a diretora Tatiane Cardoso de Oliveira não vê a hora de iniciar as capacitações.

“Vamos partir do equipamento para ir além, conhecer a realidade da inclusão digital. A máquina é importante, mas saber usar para o ensino e para a família vai mudar a realidade do nosso município. A Prefeitura de Trindade permite à nossa rede de ensino dar um salto que vai fazer diferença em Goiás”, explica a diretora.


Leia mais sobre: / / / Trindade / Educação