22 de fevereiro de 2024
Destaques • atualizado em 03/03/2021 às 11:48

Suspenso o recadastramento de aposentados e pensionistas de Goiás

Goiás Previdência, em nota, afirma que nenhum beneficiário será prejudicado. Foto: divulgação.
Goiás Previdência, em nota, afirma que nenhum beneficiário será prejudicado. Foto: divulgação.

O Governo de Goiás decide suspender o recadastramento anual obrigatório (prova de vida) dos inativos e pensionistas do Poder Executivo, Polícia Militar e Bombeiro Militar a partir desta quarta-feira (3/3) por prazo indeterminado. A informação foi publicada pela Goiás Previdência e consta na Portaria de nº 271, de 1º de março de 2021.

De acordo com a pasta, a necessidade desta suspensão se dá em função do aumento de casos de covid-19 em todo o estado e com a finalidade de proteger os segurados e demais funcionários envolvidos nessa prestação de serviço. Portanto a decisão segue as recomendações de uma Nota Técnica da Secretaria de Saúde de Goiás e os decretos municipais que, em alguns casos, determinam o fechamento de toda atividade considerada não essencial nos comércios das cidades.

Segundo o presidente da Goiás Previdência, Gilvan Cândido da Silva, a suspensão do recadastramento anual obrigatório segue os protocolos sanitários e explica também que os beneficiários não serão prejudicados.

“Estamos fazendo a nossa parte. A suspensão da prova de vida será por tempo indeterminado e nossos segurados não serão penalizados em seus recebimentos. Não haverá bloqueio do pagamento de seus benefícios até que possamos retomar, com segurança, o serviço de recadastramento”, disse Gilvan.

Leia Também

Ainda de acordo com a diretoria da entidade, será reforçado o esclarecimento que nenhum beneficiário será prejudicado devido à essa medida e que todas as informações sobre o recadastramento serão publicadas nos canais de comunicação da Goiás Previdência.


Leia mais sobre: / / / / Destaques / Política