24 de fevereiro de 2024
Saúde • atualizado em 25/02/2021 às 12:15

Senador Canedo pode receber mais 990 novas doses da vacina contra a covid-19

O município de Senador Canedo poderá receber mais 990 doses de vacinas contra a covid-19. A informação ainda não foi confirmada pela Secretaria de Saúde do município porque a previsão para a chegada dos imunizantes é entre esta quinta-feira (25/2) e sexta-feira (26). Uma fonte informou à reportagem do Diário de Goiás que essas 990 são as doses destinadas a Senador Canedo, porém há possibilidade de mudanças até a hora da entrega devido algum erro na separação, na Secretaria Estadual de Saúde.

As novas doses das vacinas foram enviadas pelo Ministério da Saúde a Goiás nesta quarta-feira. Foram 53 mil vacinas da AstraZeneca e 28,8 da CoronaVac.

Até o momento, segundo a Secretaria de Saúde de Senador Canedo, 3.276 pessoas já foram vacinadas no município. Outras 127 acabaram morrendo vítimas da doença.

O prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo (PSD), sinalizou que tem interesse em adquirir vacinas contra a covid-19. Esta possibilidade se tornou possível após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que permite, a partir de agora, que estados e municípios possam negociar diretamente com os laboratórios a compra do imunizante.

Leia Também

Depois da anuência do STF, vários prefeitos e governadores Brasil afora se mobilizam para conseguir comprar as vacinas. Em Goiás, o governador do estado anunciou que já está em contato com laboratórios para discutir meios de comprar. Ronaldo Caiado já enviou projeto à Alego (Assembleia Legislativa de Goiás) para aquisição de verba que possa ser usada na compra da vacina. Em primeira votação os deputados aprovaram esse projeto e nesta quinta-feira (25/2) terá a segunda votação. Serão R$ 60 mi que Caiado terá à disposição para esse fim.

O governo Caiado também informou que outros R$ 60 mi, proveniente de recursos da própria Secretaria de Saúde do estado, poderão usados para mais compras da vacina. Neste primeiro momento, o objetivo é conseguir 2 milhões de doses, com essa quantidade podendo imunizar um milhão de pessoas, já que as vacinas que poderiam ser compradas pelo Brasil necessitam de duas doses.

O prefeito Rogério Cruz também anunciou que participará de uma reunião, nos próximos dias, com representantes de laboratórios para negociar também a compra das vacinas.

“Estamos em uma situação crítica e também estamos cercados por cidades que já estão em situação um pouco mais difícil, mas buscamos soluções. Nosso interesse é o de vacinar toda a população, é isso que nós queremos”, disse o prefeito.


Leia mais sobre: / / / Saúde