28 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 01/10/2022 às 09:55

Rogério Cruz homologa resultado final do concurso da prefeitura de Goiânia

(Foto: Jucimar de Sousa)
(Foto: Jucimar de Sousa)

O prefeito Rogério Cruz homologou, nesta sexta-feira (30), durante evento, o resultado final do concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de pessoal permanente da Prefeitura de Goiânia. O evento contou com a participação dos aprovados, que disputaram 1.376 vagas nos níveis fundamental, médio e superior.

“Estamos cumprindo mais um dos nossos compromissos de campanha, e que consta no nosso plano de governo, que é a valorização dos servidores, que significa ofertar melhores serviços públicos à nossa população”, pontuou. “Vocês farão parte de uma administração que cuida do servidor público, assim como também cuida da nossa população”, disse o prefeito.

Ao se dirigir aos aprovados para os cargos na área da educação, Rogério Cruz ressaltou que o concurso é mais um dos ivestimentos feitos no setor, que já recebeu R$ 33 milhões para reforma das unidades educacionais, kits uniformes completos para os estudantes, e instalação de laboratórios makers e outros produtos tecnológicos nas unidades de ensino.

Rogério Cruz destacou outros compromissos que constam no plano de governo e que já foram efetuados, como o IPTU Social, que beneficiou mais de 50 mil famílias goianienses, o Renda Família e o Família + Mulher que, juntos, atenderam a mais de 25 mil famílias, com investimentos que superam R$ 45 milhões.

Leia Também

“Esse são alguns exemplos de como temos administrado com sensibilidade e parceria com os servidores, com o Sindigoiânia, com a Câmara Municipal, entidades civis, e com os cidadãos goianienses”, disse.

Benefícios da carreira

Ao todo, o concurso reuniu 100.535 candidatos a uma das 1.376 vagas em todos os níveis, fundamental, médio e superior. Os salários-base variam de R$ 1.212 a R$ 3.452, e são acrescidos com benefícios de acordo com o cargo, tempo de serviço e plano de carreira, que prevê progressões salariais verticais, horizontais, quinquênios ou adicionais.

O certame foi organizado pelo Instituto Verbena/UFG, que ofertou vagas em áreas como educação, saúde, assistência social e infraestrutura. Foram ofertadas 1.376 vagas. Os aprovados serão chamados gradativamente.

Os cargos mais concorridos foram de Agente de Apoio Educacional, Auxiliar de Atividades Educativas e Professor Pedagogo. “É grande a necessidade de contar com novos servidores. Goiânia é uma cidade que cresce a cada dia e, por isso, precisa da força de trabalho de homens e mulheres dedicados ao serviço público de qualidade oferecido à população”, afirma Rogério Cruz.

Valorização do servidor

Titular da Secretaria Municipal de Administração, Denes Pereira destacou o empenho dos aprovados no concurso público. “Mais de 100 mil buscaram esse objetivo, e 1.376 conseguiram aprovação. Vocês são vencedores e, por isso, têm que ter muito orgulho quando passarem a servir à população de Goiânia”, frisou.

“Estamos diante do prefeito que mais valoriza o servidor público na história”, ressaltou Denes Pereira, destacando conquistas da categoria, mesmo com a pandemia de Covid-19, como o pagamento de 7 mil progressões horizontais, e concessão de progressões verticais, gratificação por titulação e pagamento da data-base, dentre outros benefícios.

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Romário Policarpo, recordou emoção que sentiu quando foi empossado como guarda civil metropolitano, há quase 20 anos. “Compartilho esse sentimento com vocês. Isso é valorização do trabalhador. Prefeito que trabalha com servidor público efetivo, mostra respeito pela cidade de Goiânia”, assinalou, destacando a valorização dos servidores na atual gestão.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Goiânia (SindiGoiânia), Ronaldo Gonzaga destacou, durante o evento, que Rogério Cruz tem sido “um grande parceiro do servidor público municipal”. Sobre os projetos de lei que o Executivo enviou à Câmara de Vereadores, afirmou que o prefeito está cumprido compromissos firmados com os servidores. “O senhor está fazendo justiça para o servidor público, por isso estamos trabalhando em parceria”, pontuou.

Expectativa

Aprovada para o cargo de agente comunitário de saúde, Débora Lopes da Silva, 44 anos, disse estar empolgada por ter a certeza de que passará a trabalhar na Prefeitura de Goiânia. “Minha expectativa é total, pois estou com muita vontade de trabalhar e fazer o máximo que puder na minha carreira. Sem falar que concurso público traz segurança. Para mim é um sonho, porque nunca trabalhei em serviço público”, afirmou.

A mesma empolgação foi manifestada por Keler Feitosa de Medeiros, 37 anos, que também conquistou uma vaga para o cargo de agente comunitário de saúde. “Minha expectativa está a mil, pois estou com muita ansiedade e vontade de trabalhar para colocar a mão na massa e conhecer um pouco mais sobre o sistema de saúde, para ajudar a população”, pontuou.

Relacionada no cadastro de reserva para o cargo de pedagoga, Camila da Silva Gonçalves, 41 anos, fez questão de comparecer ao ato de homologação do concurso público. Auxiliar de atividades educativas da Prefeitura de Goiânia, disse que se formou em Pedagogia, em 2021, e agora tem expectativa de assumir o cargo para o qual foi aprovada. “Meu sonho é exercer a minha função, pois estudei muito e me dedico há muitos anos. E já estou fazendo mestrado, e minha expectativa é ser chamada em breve”, disse.

Quadro

Número de vagas em disputa no concurso, por nível e cargo

-Nível fundamental
-Agente de Apoio Educacional (100 vagas)

Nível médio

Saúde – agente comunitário de saúde (64 vagas) e agente de controle de endemias (50 vagas), auxiliar em saúde (58 vagas, sendo 30 auxiliares de enfermagem, 18 de farmácia e 10 de saúde bucal), educador social, técnico em saúde (87 em enfermagem, 02 em enfermagem do trabalho, 10 em imobilização ortopédica, 10 em radiologia, 10 em laboratório e 04 em necropsia).

Educação – assistente administrativo da educação (25 vagas), auxiliar de atividades educativas (200 vagas).

Nível superior

Assistência Social – analista de assuntos sociais (01 vaga), analista em comunicação social (01 vaga), analista em cultura e desportos (01 vaga), analista em assuntos sociais (62 vagas, das quais são 25 para assistentes sociais, 12 para pedagogos e 25 para psicólogos), analista em cultura e desporto (45 vagas para profissionais de Educação Física), educador social (45 vagas), profissional de Educação Física (02 vagas).

Saúde – especialista em saúde (69 são enfermeiros e 23 são dentistas), médico (211 vagas), arteterapeuta (06 vagas), biólogo (01 vaga), biomédico (05 vagas) e enfermeiro intensivista (01 vaga).

Educação – profissional da Educação II (194 vagas).

Infraestrutura – analista em obras e urbanismo (07 vagas para arquiteto, 29 vagas para engenheiro civil, 02 para engenheiro eletricista, 02 vagas para tecnólogo em construção de edifícios e 01 vaga para tecnólogo em construção de vias terrestres).


Leia mais sobre: / / Cidades