22 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 29/09/2022 às 22:06

Rogério Cruz envia à Câmara projeto que reajusta salário de diretores de escolas e Cmeis

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, enviou à Câmara Municipal de Goiânia, nesta quarta-feira (28), projeto de lei que concede reajuste para diretores de escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). A proposta altera a concessão de gratificação e prevê reajuste conforme o número de crianças e estudantes matriculados nas unidades educacionais.

Com a nova proposta, diretores podem receber gratificações entre R$ 1.800 e R$ 3.400. No modelo atual, servidores que ocupam cargo de direção recebem gratificações entre R$ 657,95 e R$ 2.196,30.

Para o prefeito Rogério Cruz, a alteração no cálculo da função gratificada de diretores e secretários-gerais reforça a preocupação com a valorização dos servidores públicos da capital.

“Depois de garantir um aumento de 15% aos professores, trabalhamos em um projeto de lei que concede um reajuste significativo para diretores e secretários da Rede Municipal de Ensino”, afirma o prefeito.

Leia Também

“Essa alteração na forma de calcular as gratificações garante mais justiça e equidade aos diretores que cuidam com tanto zelo das mais de 370 unidades de ensino do município”, pontua Wellington Bessa.

Além do reajuste das funções gratificadas dos diretores e secretários-gerais, o prefeito assinou a concessão da revisão geral da remuneração aos servidores municipais (data-base de 2022) e a atualização do plano de cargos, carreiras e vencimentos dos administrativos e operacionais.

“Já tínhamos feito o pagamento da data-base de 2020 e 2021, e agora vamos pagar 2022 em parcela única. Temos esse compromisso com o servidor público, e o diálogo com o sindicato nos permitiu avançar em relação às propostas apresentadas para o funcionalismo”, afirma Rogério Cruz, ao destacar que o pacote objetiva valorizar os trabalhadores.


Leia mais sobre: / / / / Cidades