28 de fevereiro de 2024
Goiânia • atualizado em 14/02/2022 às 14:35

Rogério Cruz assina ordem de serviço que dá inicio às obras da Agrovia Castelo Branco

(Foto: Jackson Rodrigues).
(Foto: Jackson Rodrigues).

O prefeito Rogério Cruz assinou, na manhã desta segunda-feira (14), a ordem de serviço que dá início às obras da Agrovia Castelo Branco, em Goiânia. O projeto visa a requalificação de uma das principais vias de ligação entre as regiões Sul e Oeste da capital. O prazo para conclusão é de 180 dias. “Nosso objetivo é transformar a via no maior polo de comércio agropecuário do Brasil, um modelo para o país”, destacou o prefeito durante solenidade realizada na na Praça Walter Santos.

O projeto da Agrovia Castelo Branco prevê a intervenção e requalificação paisagística da avenida, entre a Praça Ciro Lisita, no Setor Coimbra, e o trevo da Rodovia GO-060, no Bairro Ipiranga. Ao todo, são 6,5 km de extensão. Os investimentos somam R$ 3,5 milhões. 

 Entre os pontos trabalhados no projeto, estão intervenções nas praças e rotatórias, acessibilidade das calçadas, escoamento de água e totens ao longo da avenida. Neles, o motorista vai visualizar o que os comércios vendem na via, além da sincronização dos semáforos. 

Durante a solenidade, o prefeito Rogério Cruz destacou que a iniciativa promove melhorias para o tráfego, acessibilidade e, consequentemente, deve atrair novas empresas e gerar mais empregos e renda. “A revitalização vai impulsionar negócios e atrair novas empresas para a região. O agro é a vocação de Goiânia, a criação de arranjo produtivo local é compromisso do plano de governo, mais um resgate da nossa campanha”, defendeu o prefeito

Leia Também

Secretário Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Valfran de Sousa Ribeiro, afirma que o início das obras na Avenida Castelo Branco é um marco para a região.  “Nosso objetivo, com essa obra, é fortalecer a economia e proporcionar uma reorganização da via com melhorias para o tráfego e acessibilidade, com o intuito de atrair novas empresas, gerar mais empregos e renda para os goianienses”, frisou o titular da Seplanh.

Leia também:


Leia mais sobre: / / Goiânia