19 de abril de 2024
Notícias • atualizado em 02/01/2023 às 08:17

Revoltado com a posse de Lula, Eduardo Bolsonaro critica Sócrates, Mourão e Monark

Eduardo Bolsonaro não poupou palavras nos últimos dias; entenda (Foto: reprodução)
Eduardo Bolsonaro não poupou palavras nos últimos dias; entenda (Foto: reprodução)

Filho do ex-presidente, inconformado com vitória de Lula, tem atacado pessoas nas redes sociais enquanto o pai curte uma temporada nos Estados Unidos

Desde a noite do dia 31 de dezembro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) vem se manifestando nas redes sociais por conta de suas insatisfações. Agora que o pais não é mais presidente, tudo se torna motivo para criticar as pessoas. Uma das primeiras personalidades a serem atacadas foi o ex-vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos), que fez um pronunciamento em rede nacional no último dia de 2022. Como Bolsonaro saiu do país no último dia 30, Mourão se tornou presidente interino e resolveu falar.

Após a fala de Mourão, Eduardo fez críticas, mas sem citar diretamente o militar. O filho do ex-presidente disse, logo após o tal pronunciamento, que a cada momento crítico, “mais máscaras caem”, e postou a foto de um emoji de cocô. No pronunciamento, Mourão disse, entre outras coisas que a democracia “é saudável e deve ser preservada”. “Lideranças que deveriam tranquilizar e unir a nação em torno de um projeto de País deixaram com que o silêncio ou o protagonismo inoportuno e deletério criasse um clima de caos e de desagregação social e de forma irresponsável deixaram que as Forças Armadas de todos os brasileiros pagassem a conta, para alguns por inação e para outros por fomentar um pretenso golpe”, afirmou.

Logo depois de Mourão, veio a vez do youtuber Monark ter críticas para si. Eduardo Bolsonaro chamou o podcaster de ‘covarde’, após Monark recuperar uma fala de Jair Bolsonaro em que o ex-presidente dizia que, se falhasse durante o mandato, o Partido dos Trabalhadores e Lula voltariam ao poder. Como Lula voltou ao poder, obviamente Monark quis dizer que Bolsonaro falhou.

Leia Também

Por fim, Eduardo também não poupou críticas a participação do ex-primeiro-ministro português José Sócrates na posse de Lula, neste domingo (1º). Também em seu perfil no Twitter, o filho de Bolsonaro compartilhou prints de notícias que informavam a presença do ex-líder português como “convidado especial”. “A quadrilha se reunindo toda de novo. Certamente não é pensando no bem de seus povos, mas para acertarem -agora sem erro- como acobertar suas falcatruas”, disse deputado reeleito.

Vale lembrar que Sócrates governou Portugal entre 2005 e 2011, coincidindo com a maior parte dos dois primeiros mandatos de Lula (2003 a 2011).


Leia mais sobre: / / / / Notícias

Recomendado Para Você