22 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 30/08/2022 às 15:46

Projeto ”As Marias” oferece cursos gratuitos para mulheres em situação de vulnerabilidade

O Senac Goiás e o Ministério Público do Trabalho (MPT), em parceria com a prefeitura de Anápolis, lançaram nesta segunda-feira (29) o projeto “As Marias”, que tem por objetivo resgatar a autoestima e preparar as mulheres em situação de vulnerabilidade social para o mercado de trabalho. Estão sendo oferecidas 1.263 vagas gratuitas em 56 cursos do Senac. 

A assinatura do termo de cooperação técnica aconteceu no auditório do Senac Anápolis e contou com a presença do vice-presidente da Fecomércio e presidente do Sindtur Anápolis, André Luiz Ignácio de Almeida; do diretor de Relações Institucionais da Fecomércio, Sesc-Senac, Orlando de Souza Santos; da secretária municipal de Integração Social de Esporte e Cultura de Anápolis, Andreia Ferreira Lins; e do Procurador do Trabalho do MPT, Tiago Ranieri de Oliveira.

“Sabemos que a falta de qualificação é uma das causas que contribui com o desemprego e neste cenário que infelizmente atinge tantas famílias esse projeto é extremamente oportuno. Sabemos que muitas vidas serão impactadas e isso muito nos orgulha”, afirma o presidente da Fecomercio Sesc-Senac, Marcelo Baioccho. 

O diretor do Senac, Leopoldo Veiga Jardim, destaca que o cenário pandêmico piorou a situação de muitas mulheres e mães. “O Senac, cumprindo sua missão de educar para o trabalho, atendeu ao pedido do Ministério Público do Trabalho e da Prefeitura de Anápolis para oferecer às mulheres anapolinas aquilo que ninguém poderá tirar delas, o conhecimento. Com o conhecimento e o preparo adequados sabemos que as oportunidades aparecerão e suas vidas serão transformadas. Quando transformamos a vida de uma mãe, de uma mulher, transformamos também sua família e aqueles que vivem à sua volta. Toda a sociedade ganha com isso”, comemora. 

Leia Também

A secretária municipal de Integração Social de Esporte e Cultura, Andreia Ferreira Lins, destaca que parcerias como essa são fundamentais para que os benefícios cheguem a quem mais precisa. “O poder público municipal não consegue fazer tudo sozinho, não consegue alcançar todas as pessoas sozinho. Por isso a importância da parceria com instituições que podem contribuir e por isso essa parceria para nós traz muita satisfação”, afirma. 

As aulas já terão início neste mês de agosto e entre os pré-requisitos para matrícula estão ter ensino médio incompleto e idade acima de 15 anos. Para se inscrever a interessada deve procurar a prefeitura de Anápolis.


Leia mais sobre: / / Cidades