21 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 24/08/2022 às 16:21

Professora é morta a facadas por ex-aluno, em Inhumas

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)
(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Na madrugada desta quarta-feira (24), a professora Cleide Aparecida dos Santos, de 60 anos, foi morta a facadas em Inhumas. O jovem, de 24 anos suspeito de cometer o crime, foi preso ainda nesta manhã. De acordo com a Polícia Civil, o rapaz estava encapuzado e invadiu a casa da vítima pela janela para cometer o crime.

No momento em que o suspeito invadiu a casa da professora, ela chamou seu filho, que também foi ferido no braço. O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer a vítima, mas ela não resistiu.

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) também lamentou a morte de Cleide e completou que ela dedicou 37 anos de sua vida à educação. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) também emitiu um comunicado de pesar. Confira:

Nota Seduc

A Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) expressa suas condolências à família da professora Cleide Aparecida dos Santos, morta de forma brutal na madrugada desta quarta-feira (24), em Inhumas.

Leia Também

Manifestamos nossos sentimentos aos filhos, parentes e amigos de Cleide Aparecida e rogamos para que Deus ampare a todos neste momento de dor e tristeza!

Nota Sintego

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento da professora Cleide Aparecida dos Santos, de 60 anos. Ela era Servidora da Rede Estadual de Educação, filiada ao Sintego, na cidade de Inhumas.


Leia mais sobre: / / / Cidades