24 de fevereiro de 2024
CIDADE DO LIXO? • atualizado em 27/11/2023 às 08:04

Prefeitura de Goiânia registra 70% de entulho clandestino em seis meses

O aumento é mais significativo quando se compara os meses de agosto de 2022 e 2023
Comurg registra aumento no descarte irregular de lixo (Foto: Divulgação)
Comurg registra aumento no descarte irregular de lixo (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Goiânia registrou aumento de 70% no volume de entulho descartado irregularmente em toda a cidade nos últimos seis meses. Segundo levantamento da Companhia de Urbanização (Comurg), a média de remoção em 2022 era de 48.470 mil toneladas por mês, enquanto neste ano já passou de 82.290 mil toneladas entre os meses de maio e outubro. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (27/11).

O aumento é mais significativo quando se compara os meses de agosto de 2022 e 2023. No ano passado, foram recolhidas 30.823 mil toneladas, enquanto neste ano o volume chegou a 84.458 mil toneladas, um aumento de 174%.

O presidente da Comurg, Alisson Borges, alerta para a gravidade do problema. “O descarte clandestino de entulho é um crime ambiental que pode causar diversos problemas, como a poluição do solo, do ar e da água, além de transtornos para a população, como a proliferação de insetos e roedores”, afirma.

Ele lembra que o descarte correto do entulho pode ser feito nos Ecopontos da cidade, que ficam localizados em diversos bairros. “A população pode descartar gratuitamente o entulho, madeira, móveis velhos, eletrodomésticos e outros materiais inservíveis”, explica.

Leia Também

Leia mais sobre: Goiânia