ANÚNCIO

Com texto de Marciane Barreira


O PMDB não tem dúvida que Iris Rezende (PMDB) será o nome do partido para concorrer à prefeitura de Goiânia. Entretanto, o peemedebista ainda não se manifestou sobre o assunto e nem tem demonstrado muito interesse nisso, apesar de ter retornado para Goiânia e de manter reuniões em seu escritório político.
Aliados do ex-prefeito não hesitam em dizer que Iris é pré-candidato, mas a persistência em afirmar caminha lado a lado com o medo de ele não aceitar. Isso porque o PMDB não tem outro nome para fazer frente aos oponentes que já estão em pleno vapor na campanha há bastante tempo.
O presidente do PMDB metropolitano e deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) disse que não há chance de recuo e que a demora em declarar oficialmente a pré-candidatura de Iris é que a legenda acha que ainda não é o momento. “O Iris é candidato, porém a declaração será feita no momento oportuno”, garante Bruno.
Algumas lideranças políticas temem que a demora na declaração de Iris Rezende possa trazer prejuízo aos diálogos em torno da formação da chapa de vereadores e na formação das coligações. A avaliação é que o PMDB com Iris é “fortíssimo”. Sem Iris não será um partido competitivo e não faria sentido aliar-se.
O deputado Bruno Peixoto tem acompanhado de perto a discussão e afirma que essa não é uma preocupação. Segundo ele, apesar de não temer que Iris se negue a candidatar, o partido tem ao menos oito nomes para concorrer, inclusive o dele. “Nós temos um plano B apesar de essa não ser a preocupação. O Iris será o candidato”, confirma Peixoto.

Vice
Dentro do PMDB não há dúvida quanto a postulação de Iris, apesar da demora. Entretanto, a discussão que envolve a vice ainda é um mistério. Até aqui nada de novo aconteceu. A aliança com o DEM afasta de vez o PT do PMDB que, portanto, tira as chances da deputada Adriana Accorsi (PT) encabeçar a vice.
Outra possibilidade bastante comentada algum tempo atrás era o nome do empresário Sandro Mabel (PMDB). Como ele a chapa seria puro-sangue, mas o ex-deputado federal transferiu seu domicílio eleitoral para Aparecida de Goiânia..
Agora, fala-se na possibilidade de junção com o deputado federal Lucas Vergílio (SDD), que mantém conversas com o PMDB. Entretanto, Lucas ainda não descartou sua candidatura à prefeitura de Goiânia. Aliado na última eleição estadual, o presidente do partido e pai de Lucas Armando Vergílio (SDD) matém boa relação com o PMDB.
O Solidariedade promoveu reunião nesta sexta-feira, dia 18, para discutir sobre o assunto, entretanto até o fechamento desta edição a reportagem ainda não havia recebido resposta sobre a conclusão do tema debatido na reunião. Bruno Peixoto afirma que o partido tem aprofundado diálogos. “Estamos mantendo diálogos com todos os partidos da posição”, disse.

ANÚNCIO


Chapa
Fora do contexto majoritário, a chapa de vereador está em discussão. Os diálogos com nomes para disputar a eleição pelo partido estão ocorrendo. Segundo o presidente do metropolitano, a legenda está confiante e deve ocupar mais cadeiras na Câmara Municipal. “Nosso objetivo é eleger de 10 a 12 vereadores, com certeza”, disse Bruno Peixoto.

Fonte:

Fonte: PMDB não tem dúvida: Iris será candidato | Tribuna do Planalto

Comentários

comentarios

ANÚNCIO

Qual a sua opinião sobre a notícia? Quer comunicar correções?