Em reunião, Iris Rezende reforçou projeto para o Parque da Serrinha após a municipalização (Hágabe Carvalho)
ANÚNCIO

O conhecido Morro da Serrinha já foi objeto de muitos projetos e o mais novo é a criação de um parque municipal com 100 mil metros quadrados. A área está sob responsabilidade do governo de Goiás e pode ser transferida para a prefeitura de Goiânia. O prefeito Iris Rezende conheceu o projeto e tomou ciência da tramitação em reunião nesta segunda (11/11).

ANÚNCIO


Autor do requerimento aprovado na Câmara Municipal de Goiânia que solicita a cessão da área à Prefeitura de Goiânia, o vereador Cabo Senna explicou que o local está degradado e, conforme ele, poderia ser utilizada para prática de exercícios físicos, além da socialização entre os moradores da região.

“Aquela área verde, que possui um marco para a criação de Goiânia, merece ser recuperada e ter sua história resgatada”, frisou o parlamentar.

Aos participantes da reunião, o prefeito Iris Rezende lembrou que tem grande apreço pela preservação e valorização ambiental. Ele afirmou ainda que não vai medir esforços para implantar um parque no Morro da Serrinha após sua municipalização.

“Precisamos cumprir todos os trâmites legais para colocarmos em prática o projeto já existente”, revelou o prefeito, ao conhecer os detalhes do projeto e parabenizá-los pela iniciativa em prol do Morro da Serrinha.

Após a transferência da área verde ao Município, a Prefeitura de Goiânia poderá utilizar o Programa Amigo Verde, por intermédio da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), para promover parcerias com entidades sociais e empresas privadas interessados em contribuir com a urbanização da área.

Além de representantes da Prefeitura de Goiânia, participaram do encontro com o prefeito Iris Rezende representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), da Associação dos Aposentados da Caixa Econômica Federal, da Associação dos Amigos do Morro da Serrinha e das construtoras Vega e Bambuí.

Quer receber atualizações de notícias no seu email? Cadastre-se gratuitamente

Comentários

comentarios

ANÚNCIO