21 de fevereiro de 2024
Goiânia • atualizado em 26/01/2023 às 00:41

Ossada é encontrada na casa de ajudante de pedreiro que confessou ter matado Thais Lara

Ajudante de pedreiro confessou que também matou Thais Lara, em 2019. (Foto: Divulgação / PC)
Ajudante de pedreiro confessou que também matou Thais Lara, em 2019. (Foto: Divulgação / PC)

Na manhã desta quarta-feira (11), o ajudante de pedreiro Reidimar da Silva, de 31 anos, que admitiu ter matado Luana Marcelo de 12 anos em novembro do ano passado, confessou a Polícia Civil que matou também a adolescente Thais Lara, de 13 anos que estava desaparecida desde agosto de 2019.

Ainda nesta manhã a polícia começou fazer as buscas pelo corpo da vítima na casa onde o ajudante de pedreiro morava no Setor Madre Germana II, em Goiânia. Inclusive, tanto Luana quanto Thais também moravam no mesmo setor. Durante as buscas foram encontrados ossos no quintal da residência.

O ajudante de pedreiro confessou ter queimado o corpo da adolescente Thais Lara, e em seguida teria jogado dentro de uma cisterna. A investigação do desaparecimento de Thais Lara foi retomada após o caso Luana. Na ocasião, segundo a delegada Ana Paula Machado, o perfil das vítimas e o modo do desaparecimento eram parecidos.  Assim como Luana, Thais saiu para comprar algo e nunca mais voltou, nem foi mais vista.

Leia Também

Leia mais sobre: / / / / Goiânia