24 de fevereiro de 2024
LUTO NO RÁDIO • atualizado em 03/12/2023 às 22:42

Operador de áudio e radialista de primeira grandeza, Wirley Alves não resiste a complicações de um infarto

Ele era apaixonado pelo Goiás Esporte Clube e deixa a esposa
Radialista Wirley Alves em foto recente com o seu marcante sorriso discreto (foto divulgação)
Radialista Wirley Alves em foto recente com o seu marcante sorriso discreto (foto divulgação)

Um dos principais operadores de áudio do Brasil, o radialista Wirley Alves não resistiu as complicações de um infarto e faleceu na tarde deste domingo (03/12) no Hospital Ruy Azeredo. Internado há cerca de um mês, ele chegou a ser submetido a pontes de safena, mas não conseguiu se recuperar.

Apaixonado pelo Goiás Esporte Clube, ele tinha 54 anos e deixa a esposa. Na sua carreira atuou em grandes emissoras em Goiás: Rádio Brasil Central, Rádio K do Brasil, 730, Anhanguera, Difusora e Companhia FM. Trabalhou com grandes nomes da comunicação esportiva como Edson Rodrigues, Cunha Filho, Jurandir Santos, Jorge Kajuru e Ronair Mendes. Também atuou em operação de áudio, produção sonora e edição na área de jornalismo.

Os colegas se referiam a ele como um especialista em sonoplastia e produção de áudio. Criativo e exigente na qualidade do som, era respeitado e referenciado como um dos melhores da área no Brasil. Sempre com um sorriso no rosto e uma risada curta, era presença bem humorada nos estúdios onde trabalhou.

Leia Também

Leia mais sobre: Cidades