(Foto: Jackson Rodrigues)
ANÚNCIO

“É preciso proporcionar uma tarifa que corresponda às expectativas da população”, afirma o prefeito Iris Rezende durante entrevista após reunião com o governador Ronaldo Caiado, nesta terça-feira (13/08), no Palácio Pedro Ludovico. O encontro discutiu alternativas para melhorar o transporte coletivo na grande Goiânia. Estudo técnico elaborado pela Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) aponta privatização do Eixo Anhanguera e medidas de desoneração que podem reduzir o preço das tarifas.  

“No momento que privatizar a exploração desse serviço a tarifa poderá ser, inclusive, reduzida”, projeta o prefeito Iris Rezende.  “A intenção é solucionar problemas antigos que estão expostos e causam sofrimento à população”, aponta.

Segundo o prefeito, “trabalhamos juntos com o Governo de Goiás para garantir um transporte que esteja à altura da região metropolitana”. Ele também demonstra preocupação com o fato de que só será possível conquistar uma tarifa justa se quem oferecer o benefício da gratuidade se responsabilizar pelo custo.

ANÚNCIO


De acordo com a proposta, não haverá aumento no preço da passagem e a expectativa da CMTC é de que, em 60 dias, tenha uma definição. Com a medida, conforme acordaram o prefeito e o governador, a linha continuará atendendo aos municípios de Trindade, Senador Canedo e Goianira.

“O serviço será privatizado com competência e dentro das determinações legais”, afirma Iris. “O estudo foi apresentado e designamos representantes da Prefeitura de Goiânia e do Governo do Estado para que o projeto avance”, acrescenta. De acordo com a proposta apresentada, a empresa que ganhar a licitação será responsável por fazer melhorias nos ônibus, plataformas e terminais.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO