Moda goiana assume papel autoral

Empreendedoras desenvolvem sua veia artística para comandar produção que extrapola o modelo fast fashion


Segundo a Companhia de Desenvolvimento de Goiás (Codego), o estado encontra-se em 4º lugar em produção de moda. Mas para conquistar um lugar de destaque nesse segmento é preciso ir além da mera reprodução de roupas, conhecida como “fast fashion”. E o mercado autoral é grande. De acordo com o Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário da Fiesp (Comtextil), a indústria têxtil estima um crescimento médio anual de produção de 3,1% ao ano até 2025. Esse número é impulsionado pelo comportamento do consumidor que busca peças pensadas para fazer a diferença e não somente para vender.

Peça fabricada em Goiânia pela estilista Libia Carvalho. Crédito: Fabrício Cardoso

Esse foi o desafio encarado por estilistas do Estação da Moda Shopping, que apostam em uma identidade pessoal em suas marcas. Entre elas está a modelista Líbia Carvalho que desenha modelos de vestidos, blusas, croppeds e saias que conquistaram clientela fiel. Com personalidade marcante, Líbia desenvolve peças femininas para balada. Ela conta que desde o início idealiza as peças da sua loja como forma de manter a identidade. Porém, sua motivação para desenhar partiu inicialmente da necessidade de fazer roupas para o biótipo. “Como eu tenho um corpo tipo mignon, comecei a desenhar minha próprias roupas ainda muito jovem e mandava para a costureira produzir”, declara a empresária de 35 anos e que há 21 anos cria suas próprias peças. 

_________________

RELACIONADAS:

“Com o tempo fui aprimorando meu talento para a criação seguindo as tendências de mercado, principalmente de novelas e blogueiras que têm ditado tendência para o público que trabalho”, conta Líbia que após a abertura do seu próprio negócio no shopping passou a aperfeiçoar seu dom por meio de pesquisas e estudos em portais especializados. Com sete anos no centro de compras, a modelista está expandindo a marca com roupas para o dia a dia, abrindo nova unidade no corredor central do shopping. 

Vestido Neuza Leão. Crédito: Fabrício Cardoso

Outra revelação de moda no shopping é a empresária Neuza Leão, que junto com as duas filhas, Alessandra Leão e Sarah Leão, tocam uma loja de moda feminina especializada em plus size. Nos bastidores, desenhando e produzindo as peças, Neuza trabalha com moda há mais de 10 anos. Ela influenciou a filha Alessandra a se especializar em consultoria de moda e designer. Juntas, as mulheres da família Leão unem a expertise dos negócios com a moda e confecção autoral. 

ANÚNCIO


“Estamos mostrando uma nova moda goiana, autoral e com identidade”, afirma Alessandra Leão. Segundo a comerciante, a marca tem o cuidado de trabalhar coleções de acordo com as estações e seguem tendências mundiais. “Não deixamos de acompanhar o que está na moda e também na preferência do nosso público alvo. Aliamos a beleza com uma produção de qualidade, trazendo sempre novidades”, conta. 

Comentários

comentarios

ANÚNCIO