Massa falida da Encol realiza mutirão de créditos trabalhistas

ANÚNCIO

A Massa Falida da Encol promoverá, a partir desta segunda-feira, 13, e até sexta, 17 de maio de 2019, o Mutirão da Conciliação. O objetivo é realizar acordos exclusivamente com os credores trabalhistas, nas ações de habilitação de crédito retardatário e revisionais em curso. Estes acordos ficarão condicionados à utilização da TR como fator de atualização monetária e renúncia expressa a pedidos supervenientes de revisão de crédito.

O fato é contestado pela Associação dos ex-trabalhadores da Encol que alegam prejuízo monetário sobre o acordo.

Os credores trabalhistas que fizeram o cadastro para participar da semana de conciliaçãopodem comparecer no local (sala 161, no térreo do TJ/GO situado na Rua 10, nº 150, Setor Oeste, nesta Capital), horário e data determinado pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Goiânia (CEJUSC), com a documentação exigida (conferir no site www.massafalidaencol.com.br , no link Semana de Conciliação).

ANÚNCIO


O mutirão é uma alternativa para os casos já cadastrados e cuja documentação esteja completa, mas qualquer habilitante com a documentação necessária poderá participar. Demais credores trabalhistas que não participarem do mutirão e que tiverem interesse em aderir aos termos do acordo estabelecido pelo Juiz Universal da Falência poderão comparecer até o dia 30 de maio de 2019 na sede da Massa Falida da Encol ((Av. 136, número 761, Sala B-134, Edifício Nasa Business Style , Setor Sul – 62. 3253-1413 ), com  os documentos exigidos.

A Encol S/A foi uma das maiores empresas brasileiras no setor da construção civil. Foi fundada em 1961. Sua falência foi decretada em março de 1999. Ao falir, deixou mais de 23 mil funcionários e cerca de 40 mil famílias de mutuários em todo o Brasil.

Em setembro do ano passado, o advogado Miguel Cançado foi nomeado síndico da Massa Falida da Encol. Dois meses depois, em novembro, o Juiz Titular da Vara de Falências em Goiânia aprovou um cronograma apresentado para finalizar o processo, que já dura 20 anos, o mais rapidamente. Na programação, consta a realização desta Semana, com o objetivo de pagar o maior número possível de credores.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO