19 de abril de 2024
Destaques • atualizado em 30/05/2023 às 00:38

Janones na CPMI dos Atos Golpistas não vai acontecer; veja detalhes sobre comissão

O deputado federal André Janones (Avante-MG). (Foto: reprodução)
O deputado federal André Janones (Avante-MG). (Foto: reprodução)

A CPMI já tem o número mínimo necessário de integrantes para ser instalada

A indicação do deputado federal André Janones na CPMI dos Atos Golpistas de 8 de janeiro não ocorreu. O prazo para que os partidos e blocos fizessem suas indicações para a comissão encerrou nesta ultima terça-feira (16), mas a ausência do parlamentar do Avante de Minas Gerais para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará os fatos ocorridos no dia 8 de janeiro já foi confirmada.

A indicação do deputado mineiro foi foco de uma série de ida e vindas que contaram até mesmo com o intermédio da deputada Gleisi Hoffman (PT-PR), presidente do Partido dos trabalhadores e forte liderança petista após o deputado ser “esquecido” pelo Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Mesmo com a defesa da deputada petista, parece que nem Padilha, nem a sua equipe retornaram qualquer pedido de contato feito pelo parlamentar mineiro.

A CPMI do 8 de Janeiro, por sua vez, que será formada por deputados e senadores, agora, já tem o número mínimo necessário de integrantes para ser instalada. O total de 36 indicados, considerando titulares e suplentes, foi alcançado por volta das 16h desta quarta-feira (17), com os nomes dos blocos de que fazem parte MDB e União Brasil, na Câmara dos Deputados.

Leia Também

Leia mais sobre: Destaques / Política

Recomendado Para Você