25 de fevereiro de 2024
Cidades • atualizado em 16/02/2021 às 19:20

Gustavo Mendanha tenta incluir Hospital de Aparecida de Goiânia nos testes do spray israelense, EXO-CD24

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha fez uma publicação em seu Twitter, nesta terça-feira (16), onde afirma acreditar na tecnologia de Israel e tentar inserir o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia nos testes do spray nasal EXO-CD24, medicamento israelense em fase de experimento para o combate à Covid-19.

O prefeito afirmou estar preocupado com o avanço da segunda onda da Covid-19, neste momento onde 75% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública do município se encontram ocupados.

Na sequência, ele alegou ser importante ter um medicamento que fosse eficiente ao combate da doença. “Seria importante a gente ter um medicamento que fosse, de fato, eficiente no combate à doença, por isso estou buscando novas alternativas. Um exemplo é um experimento israelense – já na terceira fase de pesquisas – de um spray nasal que está sendo testado contra a Covid”, disse o prefeito.

Leia Também

— Gustavo Mendanha (@MendanhaGustavo) February 16, 2021

Gustavo Mendanha demonstrou, ainda, o desejo de inserir Aparecida de Goiânia nos testes do EXO-CD24. “Eu acredito muito na tecnologia de Israel e se eu mesmo pudesse tomar, eu utilizaria esse medicamento. A ideia é que o HMAP receba o experimento, que ocorrerá em parceria com o MS”, afirmou o prefeito, que ressaltou estar “em conversa adiantada” com o Embaixador de Israel, Yossi Shelley.

Na última segunda-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro afirmou, também em seu Twitter, que vai enviar um pedido de liberação do EXO-CD24 à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O medicamento, segundo ele, poderá ajudar no combate à covid-19.

Os estudos de medicamentos são divididos em várias etapas e precisam de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para serem utilizados no Brasil. Na Fase 3 de testes clínicos, o spray EXO-CD24 ainda não está presente na lista dos ensaios clínicos autorizados pela Anvisa.


Leia mais sobre: / / / / Cidades