ANÚNCIO

O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) lançou dúvidas sobre o empenho do pagamento da folha de salários dos servidores de Goiás relativa ao mês de dezembro. Para ele, a prioridade, quando assumir, será o pagamento da folha de janeiro, em entrevista concedida na quarta, 26.

Nesta quinta, 27, em entrevista ao jornal O Popular, José Eliton esclareceu que pretende deixar parte da folha de dezembro quitada para aqueles que ganham menos que R$3.500,00.

“Vou deixar pago parte da folha de dezembro, apesar de ter até dia 10, como prazo que a lei estabelece. Me parece que há um equívoco, mas aí é visão de cada um, eu tenho que respeitar. Se a visão dele (Caiado) é ter como prioridade outras questões, cabe a ele executar seu mandato. Acho que essa questão deve ser olhada com a prudência adequada. Respondendo objetivamente: a parte da folha que não está empenhada por questões orçamentárias, nada impede que ela seja empenhada dia 1º, 2º e paga regularmente. Nada. Aliás, isso não vai ser a primeira vez que vai ocorrer, ocorre praticamente todos os exercícios”, disse Eliton ao jornal.

ANÚNCIO


Para ele, “(a folha de) dezembro vamos deixar parte pago e a outra parte depende da vontade dele. Mesmo porque, historicamente, a arrecadação que paga a folha do dia 10 vem do dia 1º ao dia 10. Já expus inclusive o número que é projetado pela área fazendária do Estado. Com certeza a secretária dele terá condições de verificar isso no dia 1º e acompanhar o ingresso do recurso”.

O assunto tem preocupado os servidores do Estado de Goiás.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO