25 de fevereiro de 2024
Economia • atualizado em 08/03/2021 às 18:23

GoiásFomento destinou cerca de R$ 38 milhões para mulheres empreendedoras no ano de 2020

Luana Ribeiro Costa, dona da Gatos de Rua Café, com o crédito da GoiásFomento estruturou um novo quiosque para trabalhar com o irmão e a mãe. Foto: GoiásFomento
Luana Ribeiro Costa, dona da Gatos de Rua Café, com o crédito da GoiásFomento estruturou um novo quiosque para trabalhar com o irmão e a mãe. Foto: GoiásFomento

Em 2020, o Governo de Goiás, por meio da GoiásFomento, liberou quase R$ 38 milhões para para microempreendedoras individuais (MEIs) e microempresas cuja propriedade ou sociedade são mulheres.

O valor desembolsado foi para que estas mulheres pudessem investir ou ampliar seus negócios, durante a crise da Covid-19. Atualmente, empreendedores do sexo feminino representam 47% dos clientes da agência estadual.

Luana Ribeiro Costa, dona da Gatos de Rua Café, pequeno negócio estabelecido atualmente no Setor Universitário, em Goiânia, foi uma das beneficiadas. Ela afirmou que, na pior fase da pandemia do ano de 2020, ficou sem recursos financeiros. Porém, com crédito obtido junto à GoiásFomento, conseguiu alugar um quiosque e criar uma estrutura para trabalhar, com o irmão e a mãe. “Hoje somos uma empresa de família”, declarou.

De acordo com a microempreendedora, além da compra de equipamentos, foi possível melhorar a qualidade dos fornecedores e dos produtos. “Com todo esse suporte, apesar de a empresa ser pequena, nós constituímos um empreendimento comercial forte e que não se abala, o que nos faz crer que não teremos problemas para crescer”, pontuou.

Leia Também

O capital de giro obtido pela Agência de Fomento possibilitou a evolução do negócio neste momento difícil para os empreendedores, segundo Luana que, agora, aguarda a retomada das atividades econômicas para poder colocar adiante o sonho de se tornar uma franqueadora.

Papel feminino no empreendedorismo

O presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, alegou que as mulheres desempenham um papel fundamental no empreendedorismo no País. Como consequência dessa atuação, aumentam sua importância no financiamento e na manutenção dos lares.

De acordo com o titular, as mulheres goianas são criativas e na pandemia, mais uma vez mostraram garra para enfrentar as dificuldades. Segundo Rivael, a Agência, atendendo à determinação do governador Ronaldo Caiado, tem dispensado atenção especial a suas clientes.

Conforme Rivael, do total de desembolsos da GoiásFomento em 2020, 756 contratos foram destinados a negócios encabeçados por mulheres,  o que possibilitou a manutenção e a geração de 3.182 empregos.


Leia mais sobre: / / / / / Economia / Goiás