21 de fevereiro de 2024
Manchete • atualizado em 03/03/2021 às 11:00

Goiás recebe mais 76 mil doses da CoronaVac: “Mais uma dose de esperança”, diz Caiado

Nossa remessa de 76 mil doses da CoronaVac chega a Goiás. Foto Hegon Corrêa.
Nossa remessa de 76 mil doses da CoronaVac chega a Goiás. Foto Hegon Corrêa.

O Ministério da Saúde enviou ao governo de Goiás, nesta madrugada de quarta-feira (3/3), mais 76 mil doses da vacina fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, a CoronaVac.

De acordo com a secretaria de Saúde de Goiás, essa nova remessa será usada para continuar a vacinação no público de idosos de 79 anos ou mais. Como é necessário duas doses desse imunizante, essas 76 mil doses serão divididas e será usada a metade dessa quantidade, 38 mil, para uma primeira dose e depois usa-se a outra metade para a segunda dose.

As vacinas ficarão na Central Estadual de Rede de Frio até que a SES distribua para as 18 Regionais de Saúde, das regionais seguem para os 246 municípios goianos. Nas cidades próximas da capital, caminhões farão o transporte; já para os municípios mais distantes, as vacinas seguirão em aviões.

Devido a uma infecção urinária, o governador Ronaldo Caiado não foi até ao aeroporto de Goiânia receber os imunizantes como fez noutras oportunidades, mas pelas redes sociais o político compartilhou várias reportagens divulgando a chegada de mais vacinas ao estado e falou de esperança.

Leia Também

Com essas 76 mil novas vacinas, Goiás já contabiliza mais de meio milhão de vacinas recebidas, da CoronaVac e Oxford/AstraZeneca. E após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) decidir que municípios e estados podem comprar direito dos laboratórios as vacinas contra a covid-19, se houver uma ineficiência do Ministério da Saúde, o governador Ronaldo Caiado enviou à Alego (Assembleia Legislativa de Goiás) um projeto que autoriza o estado usar verba para adquirir 2 milhões de doses de vacinas.


Leia mais sobre: / / / Manchete / Saúde