13.8 C
Goiânia
quarta-feira, 21 julho 2021

Goiás cria três novos benefícios para auxiliar população impactadas pela pandemia

- Anúncio -
- Anúncio -

População de Goiás que foram impactadas pela pandemia do coronavírus, passa a contar com três novos benefícios para auxiliar economicamente estas famílias. O projeto de lei do governo do estado que criou o Bolsa Qualificação, Bolsa Alfabetizador e Auxílio Alimentação foi aprovado em segunda votação, na última terça-feira (20), pela Assembleia Legislativa de Goiás. No momento, a proposição nº 6305/21 segue para a sanção do governador do estado, Ronaldo Caiado e para execução em cada pasta.

Os benefícios tem como objetivo amenizar o impacto gerado pela pandemia no mercado de trabalho, além disso, ajudar também na qualificação e capacitação de trabalhadores e produtores familiares, com foco em prepara-los para a retomada do emprego e do crescimento econômico. ”Buscamos fazer um governo para dar apoio àqueles que mais precisam de nós”, disse Caiado.

- Anúncio -

Bolsa Qualificação: Será destinada às pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica que participam de cursos profissionalizantes ofertados pelos colégios tecnólogos de Goiás. O valor será de R$ 250, conforme a carga horária do curso, sendo 3 parcelas e uma bolsa por aluno. A previsão será disponibilizar dez mil bolsas pelo período de um ano.

Bolsa Alfabetizador: Criada pela Secretaria de Educação (Seduc), destina a quem atua na educação de jovens e adultos em situação de vulnerabilidade socioeconômica. O valor do auxílio será de R$ 4.800 que será dividido em 4 parcelas de R$ 1.200. Cada alfabetizador poderá ter, no máximo, duas bolsas concomitantes, correspondentes a duas turmas em turnos diferentes. Serão contemplados 340 alfabetizadores em todo o estado.

Auxílio-Alimentação: Administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), destinada aos jovens que participam do programa estadual de contratação de menor aprendiz pela administração direta e indireta do estado de Goiás. Será um cartão alimentação no valor de R$ 150. Total de 5 mil vagas destinadas a adolescentes de 14 a 18 anos que se enquadrarem nos critérios sociais.

Leia também:

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -
- Anúncio -

Relacionadas

- Anúncio -