Feirão de imóveis oferece perto de mil unidades em Goiânia e Anápolis


Somados, Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia contam com um déficit habitacional que chega a quase 40 mil famílias. Os dados do Instituto Mauro Borges de 2018 ainda mostram que as três cidades conseguiram diminuir o déficit habitacional em relação à 2017, quando esses números chegavam a quase 42 mil famílias que moravam em habitações precárias.

Para reduzir ainda mais o déficit habitacional nessas regiões, empresas têm apostado em ações para proporcionar às famílias a conquista da primeira moradia. É o caso da MRV, que realiza no próximo sábado (25), das 8h às 19 horas, o  feirão de imóveis “Ano Novo, Preço Velho”. O evento acontece simultaneamente nas cidades de Goiânia e Anápolis.

_________________

RELACIONADAS:

Na capital, os interessados podem conferir as oportunidades no estande da empresa situado na Avenida Goiás Norte, no Jardim Ipê. Em Anápolis, o evento acontece na Avenida Fernando Costa, na Vila Jaiara.

Segundo o gestor comercial regional da empresa, Rafael Cássio de Aquino, mais de mil unidades habitacionais estarão em oferta com condições especiais. “A grande novidade é a possibilidade de o cliente começar 2020 comprando o apartamento com os preços de 2019, pagando a primeira parcela só na Páscoa”, destaca. 

ANÚNCIO


Outra novidade é a roleta de brindes, que proporcionará brindes para quem comprar o imóvel no dia. “Os clientes que adquirirem um imóvel nesse dia terão a documentação facilitada e ganharão um brinde que será entregue na hora do fechamento do contrato. Tudo isso com um sinal a partir de R$ 499,00”, destaca Rafael Cássio.

Os interessados ainda poderão fazer uma análise de crédito com o correspondente da Caixa durante o Feirão. Para a compra do apartamento, o interessado deve apresentar documento de identidade, comprovante de residência, comprovante de renda, certidão de nascimento ou casamento e carteira de trabalho.

O profissional autônomo também pode adquirir seu imóvel, basta levar seus documentos juntamente com o extrato bancário dos últimos seis meses. Os documentos dos serviços fornecidos também podem ajudar, como recibos e contratos firmados.

Retomada

O primeiro feirão da empresa em 2020 chega em um momento de retomada da construção civil e de aumento de confiança do consumidor. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a construção civil apresentou, no terceiro trimestre de 2019, o melhor desempenho desde o primeiro trimestre de 2014, acumulando alta de 4,4%. 

Já a confiança do consumidor alcançou em dezembro a maior taxa de confiança desde fevereiro. De acordo com índice de Confiança do Consumidor (ICC), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a confiança alcançou 91,6 pontos, avançando 2,7 pontos em relação à novembro. “Ao lado do controle da inflação, a manutenção da baixa taxa de juros (com a Selic em 4,5%), garante mais segurança para que os consumidores possam fazer financiamentos mais longos, como a compra do imóvel”, avalia Rafael Cássio de Aquino.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO