21 de fevereiro de 2024
Goiás • atualizado em 18/02/2022 às 15:33

Equipes de Bombeiros Militar de Goiás vão ajudar nas buscas em Petrópolis

(Foto: SSP-GO)
(Foto: SSP-GO)

O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) envia, nesta sexta-feira (18), três equipes com cães farejadores que darão suporte às operações de resgate em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. O município tem sido assolado por fortes chuvas, que já deixaram ao menos 134 pessoas desaparecidas. A missão foi autorizada pelo chefe do executivo estadual, Ronaldo Caiado; pelo secretário de segurança Pública (SSP-GO), Rodney Miranda e o comandante-geral do CBMGO, Coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos.

As equipes são compostas por quatro militares goianos, da 2ª Companhia Independente Bombeiro Militar (CIBM), de Anápolis e três cães farejadores. Para a ação, serão deslocados uma viatura e o avião do CBMGO. O trabalho de resgate será concentrado, neste momento, na região do Morro da Oficina, onde pelo menos 40 casas foram soterradas após forte chuva que atingiu a cidade. A previsão é de que as buscas sejam iniciadas ainda nesta sexta-feira.

“Estamos programando o deslocamento, possivelmente, de avião. Ainda não temos confirmação pelas condições de voo, por conta do tempo. Mas uma guarnição já vai deslocar por terra e nós estamos aguardando apenas o OK do serviço aéreo para embarcar dois binômios (dois bombeiros e os respectivos cães), para já irem deslocando o mais rápido possível”, informou o Capitão Higor Mendonça, Comandante da 2ª CIBM.

Os cães enviados para a missão já participaram de outras operações semelhantes. “Uma delas, inclusive, a cadela Cristal, atuou em Brumadinho (MG) em uma situação semelhante a essa, de pessoas desaparecidas e busca em terreno com lama. Todos os três cães possuem a certificação nacional para esse tipo de busca”, reforçou o Capitão do CBMGO.

Leia Também

O governador elogiou o empenho dos militares que, segundo ele, dão grande exemplo para o Brasil. “Tenho muito orgulho destes homens que emprestam suas vidas para que as vidas de outras pessoas sejam preservadas”, afirmou. Já o titular da SSP-GO destacou o espírito solidário dos bombeiros goianos. “Não pensaram duas vezes antes de deixar suas casas para ajudar. São profissionais da mais alta envergadura”, ressaltou.

Leia também:


Leia mais sobre: / / / Goiás