24 de fevereiro de 2024
Economia • atualizado em 26/12/2023 às 14:45

Diesel vai cair R$ 0,30 anuncia Petrobras. Em 2023 a redução já foi de R$ 1,01

Petrobras anuncia redução de R$ 0,30 no preço do diesel No ano, estatal já reduziu R$ 1,01 o preço do combustível. Foto José Cruz / Agencia Brasil
Petrobras anuncia redução de R$ 0,30 no preço do diesel No ano, estatal já reduziu R$ 1,01 o preço do combustível. Foto José Cruz / Agencia Brasil

O preço do litro do diesel vendido pela Petrobras às distribuidoras de combustíveis será reduzido em R$ 0,30 a partir desta quarta-feira (27). O anúncio foi feito nesta terça-feira (26) pela estatal, que passará a cobrar R$ 3,48 por litro. Os preços da gasolina e do gás de cozinha serão mantidos.ebcebc

“O ajuste é resultado da análise dos fundamentos dos mercados externo e interno frente à estratégia comercial da Petrobras, implementada em maio de 2023 em substituição à política de preços anterior, e que passou a incorporar parâmetros que refletem as melhores condições de refino e logística da Petrobras na sua precificação”, explicou a empresa por meio de comunicado à imprensa.

No ano, a redução do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é de R$ 1,01 por litro, o equivalente a 22,5%.

A Petrobras informou que, considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, sua parcela no preço ao consumidor final terá uma redução de R$ 0,26 por litro.

Leia Também

O valor que o consumidor paga nos postos de revenda é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e do próprio posto.

Diesel o preço

diesel

Conheça o caminho do Petróleo para entender o preço do diesel.

Produzir o combustível que você usa hoje começa na descoberta de reservatórios e na construção e instalação de plataformas a até 300 km da costa, para extrair o petróleo que está a até 7 mil metros de profundidade. A partir daí, o petróleo vai para as refinarias, onde é transformado em derivados, incluindo diesel de baixo teor de enxofre (S10).

Este trabalho precisa de profissionais qualificados, de tecnologia de ponta e muito investimento para continuar oferecendo sempre o melhor para você e todos os brasielrios. Para isso tudo ser realizado, nós recebemos uma parte do valor de cada litro de diesel vendido.

Depois da refinaria, o diesel é vendido aos distribuidores, e os impostos são incluídos.

Após serem produzidos, os combustíveis são vendidos para os distribuidores, nesse momento, são adicionados os impostos do combustível. Os impostos federais são CIDE, PIS/PASEP e COFINS.¹ Além deles, é adicionado também o imposto estadual, nesse caso, o ICMS, que é incorporado ao valor cobrado nas refinarias seguindo a regra de substituição tributária e considerando o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) definido pelos Estados.

Os distribuidores, então, precisam adicionar biodiesel ao diesel.

As distribuidoras de combustível compram nas refinarias o diesel tipo “A”. De acordo com a  legislação brasileira, o diesel automotivo deve ser misturado com biodiesel, um combustível renovável produzido a partir de óleos vegetais ou gorduras animais, formando o óleo diesel “B”, que é vendido nos postos. O preço do biodiesel² é negociado livremente entre os distribuidores e as usinas produtoras. Para 2022, o teor de mistura obrigatória do biodiesel é de 12%.³ 

Por fim, distribuidores e revendedores vendem o diesel nos postos de combustível.

Nessa etapa, os distribuidores e revendedores adicionam aos preços pagos anteriormente os seus próprios custos e sua margem de lucro.⁴ Segundo a Lei do Petróleo, de 1997, a precificação em todas as etapas da cadeia é livre.

Preços da gasolina e do gás de cozinha permanecem estáveis

Para a gasolina, neste momento, a Petrobras está mantendo seus preços de venda às distribuidoras estáveis, tendo em vista o último movimento realizado em 21/10/2023, uma redução de R$ 0,12 por litro.

No ano, os preços de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras acumulam uma redução de R$ 0,27 por litro, equivalente a 8,7%. Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina C comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor é, em média, R$ 2,05 a cada litro vendido na bomba.

Segundo dados do Levantamento de Preços de Combustíveis da ANP para a semana de 17 a 23/12/2023, o valor médio da gasolina C comum comercializada nas bombas foi de R$ 5,59 por litro, variando entre R$ 4,65 e R$ 7,69 por litro. Os valores por estado onde a Petrobras tem pontos de fornecimento para as distribuidoras encontram-se no final deste comunicado.

Para o GLP, nossos preços de venda às distribuidoras permanecem estáveis desde 01/07. No ano, os preços de GLP da Petrobras para as distribuidoras acumulam uma redução equivalente a R$ 10,40 por botijão de 13kg, ou 24,7%. Hoje, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor é, em média, R$ 31,66 por botijão de 13kg.

Segundo dados do Levantamento de Preços de Combustíveis da ANP para a semana de 17 a 23/12/2023, o valor médio do botijão de 13kg foi de R$ 100,79, variando entre R$ 67,00 e R$ 150,00 por litro. Os valores por estado onde a Petrobras tem pontos de fornecimento para as distribuidoras encontram-se no final deste comunicado.

Ciente da importância de seus produtos para a sociedade brasileira, a companhia reitera que na formação de seus preços busca evitar o repasse da volatilidade conjuntural do mercado internacional e da taxa de câmbio, ao passo que preserva um ambiente competitivo salutar nos termos da legislação vigente.

Fonte Agencia Brasil e site Petrobras


Leia mais sobre: / / / / / / Economia