Desvio da Praça do Cruzeiro altera circulação de veículos por 15 dias


A previsão é concluir os serviços no local em um prazo de 15 dias e depois estender pela Avenida 84, até a Praça Cívica. Por conta das obras, o trânsito sofreu mudanças. A Prefeitura de Goiânia retoma nesta segunda-feira, dia 10, as obras do Corredor do BRT na Praça Germano Roriz, mais conhecida como Praça do Cruzeiro.

Iniciados em outubro do ano passado, os serviços estavam suspensos à espera do remanejamento, por parte da Enel, dos postes e da rede de energia elétrica no entorno da Praça, fato que ocorrerá neste final de semana e será concluído na segunda-feira.

_________________

RELACIONADAS:

O pavimento rígido do Corredor do BRT já foi concluído e, para finalizar os trabalhos no local, serão executados o pavimento flexível e as calçadas. A previsão é concluir em 15 dias e depois estender as obras pela Avenida 84 até a Praça Cívica.

No local serão instaladas duas estações de embarque e desembarque de passageiros, uma de cada lado da Praça, seguindo o mesmo estilo das que foram aprovadas pelo Iphan para a Praça Cívica, com estruturas mais leves e vidro transparente, permitindo a visualização dos bens tombados. Cada plataforma ocupará um espaço no passeio de 3,5 m de largura e deverão ficar prontas junto com toda a estrutura do sistema, em outubro deste ano.

ANÚNCIO


O projeto do BRT na Praça do Cruzeiro prevê, além da construção do Corredor e instalação das plataformas, novos pontos de ônibus cobertos, a reconstrução de meios-fios, implantação de calçadas acessíveis, sinalização horizontal e vertical e ainda a revitalização da iluminação pública, que será substituída por lâmpadas de led.

Ilustração do desvio na Praça do Cruzeiro

Trânsito

Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT) o motorista que segue pela Rua 87, sentido Oeste-Leste, com destino às Ruas 90/88/86/84, entrará à direita na Rua 124, passará pela Rua 89 e poderá acessar todas essas vias, até à Rua 84. Já o motorista que está na Rua 84, sentido Leste-Oeste, com destino à Av. 85, entrará à direita na Rua 124

BRT Norte-Sul
O BRT Norte-Sul tem uma extensão de 21,7 km, saindo do terminal Recanto do Bosque, na Região Norte da Capital até o terminal Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia. É composto por duas trincheiras, seis terminais de integração aos ônibus comuns e 30 estações de embarque e desembarque. No final do ano passado foi publicado o edital para contratação de empresa que fará os 5,1 km entre o Terminal Isidória e Terminal Cruzeiro. A licitação foi aberta no último dia 3 e uma empresa e dois consórcios foram habilitados e estão concorrendo à obra.

O trecho em construção está orçado em R$ 275 milhões, em valores iniciais, sendo R$ 140 milhões de recursos do FGTS e o restante de contrapartida da Prefeitura de Goiânia. Em valores atualizados chegará a R$ 400 milhões.

Já o trecho de 5,1 km entre os Terminais Isidória e Cruzeiro está orçado em R$ 87.366.081,03, valor proveniente do Orçamento Geral da União (R$ 70 milhões) e do tesouro municipal (R$ 17.366.081,03). A empresa vencedora terá 18 meses para entregar a obra.

As obras começaram em março de 2015, mas, por divergências entre a Prefeitura, a Caixa Econômica Federal e órgãos de controle, sofreram uma paralisação de oito meses, sendo retomadas em março do ano passado, após assinatura de um TAC entre o Ministério Público e os envolvidos.

Trecho Norte
O último trecho do Corredor e as pistas laterais na Avenida Oriente já foram executados e as calçadas estão sendo construídas na Avenida Goiás Norte, restando também a sinalização horizontal, vertical e semafórica para a conclusão do da obra na Região Norte. Também em construção os dois Terminais: Perimetral e Rodoviárias e as estações de embarque e desembarque de passageiros.

Trecho Sul
Todas as pistas, do Corredor e das laterais, entre a Praça do Cruzeiro e o Terminal Isidória já foram concluídas, e as calçadas estão na fase de colocação de piso tátil. Estão na fase de terraplenagem e fundação as obras de construção do novo Terminal Isidória, com plataformas para atender o BRT e os ônibus comuns, que fazem a integração das linhas.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO