19 de abril de 2024
Brasília • atualizado em 26/01/2023 às 00:47

Destruição de prédios dos Poderes em Brasília rende mais de 300 prisões em flagrantes; vídeos

Considerados terroristas, algumas pessoas foram presas em Brasília. (Foto: reprodução/Twitter)
Considerados terroristas, algumas pessoas foram presas em Brasília. (Foto: reprodução/Twitter)

Bolsonaristas radicais, ainda inconformados com a vitória de Lula, depredaram patrimônio público neste domingo (8)

Mais de 300 manifestantes bolsonaristas foram presos em Brasília neste domingo (8). A informação foi dada pelo Ministro da Justiça, Flávio Dino, após a tarde de protestos de pessoas na capital que furaram um bloqueio da polícia, entraram na Esplanada e invadiram o Congresso Nacional. Os envolvidos conseguiram, ainda, invadir o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto e depredaram as sedes dos três Poderes.

O número também foi confirmado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. “Venho informar que mais de 300 pessoas já foram presas e pagarão pelos crimes cometidos. Continuamos trabalhando para identificar todas as outras que participaram desses atos terroristas na tarde de hoje no Distrito Federal. Seguimos trabalhando para que a ordem se restabeleça”, publicou em seu Twitter neste domingo.

De acordo com a CNN, quatro ônibus cheios de manifestante algemados chegaram até a Polícia Civil de Brasília. Todos estavam envolvidos na invasão e depredação dos prédios públicos. Inclusive, até os ônibus que transportavam os criminosos estavam parcialmente depredados. Apesar de não haver o número correto de quantos estavam nos ônibus, o número pode aumentar ainda mais.

Leia Também

Como mostram as imagens, as pessoas que foram presas estavam envolvidas, além da depredação dos prédios, com vidros e portas quebradas, também destruíram móveis, danificaram e roubaram peças e obras de arte. O painel de votação da Câmara dos Deputados também foi destruído e o Salão Verde ficou alagado após tentativa de incêndio no local. Outros criminosos também derrubaram uma viatura da Polícia Legislativa Federal no espelho d’água do Congresso Nacional e feriram um cavalo da polícia.

Com o caos, além da prisão, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decretou intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal. O petista chamou de ‘bárbarie’, os protestos em Brasília e confirmou que “houve falta de segurança”, além de prometer esclarecer todos os contornos em que aconteceu a invasão e que “todas as pessoas envolvidas serão encontradas e punidas”. Lula acusou ainda o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), chamando-o de “genocida”, de provocar e estimular as invasões violentas em edifícios públicos.


Leia mais sobre: / / / Brasília

Recomendado Para Você