Pouca definição, mas muita indefinição sobre os nomes dos candidatos a prefeito de Goiânia
ANÚNCIO

O advogado Colemar Moura e o professor de direito, Alexandre Azevedo, em entrevistas comigo, apontaram que a pré-campanha ganhou uma importância enorme nas estratégias eleitorais. A ação dos candidatos, neste período, ganhou mais liberdade apesar da limitação quanto à arrecadação de recursos. Assim, quanto antes o candidato se posicionar como o escolhido no partido, melhor será para a amplificação da campanha.

[contextly_auto_sidebar] Definido, de verdade, neste momento, está o candidato a prefeito de Goiânia, Vanderlan Cardoso (PSB), na disputa eleitoral da capital. Para consolidar-se na disputa, mantém reuniões frequentes com vários segmentos e atua de forma direta com os eleitores e líderes. Como lição das últimas eleições, ele sabe que precisa de uma ampla aliança para consolidar a estrutura política da campanha. Aliás, a fórmula não é novidade para nenhuma disputa eleitoral e com ele já estão o PSB, o PPS e o PSC.

O PMDB perde terreno com a indefinição da candidatura de Iris Rezende – apesar de o nome dele ser muito conhecido. Erram os peemedebistas – e o próprio Iris – ao pensar que ele teria uma situação privilegiada em Goiânia para disputar o cargo de prefeito, novamente. Uma campanha não é corrida de um carro só, mas acirrada competição em que a aceleração de uns pode interferir muito no posicionamento dos outros. E, o líder, nunca pode deixar de acelerar, também. O primeiro sinal para uma provável derrota é não colocar o carro na pista.

ANÚNCIO


No PSDB, a tentativa de uma escolha prévia com o voto dos filiados é uma novidade dentro de um partido que não tem tradição e costume para este tipo de ação partidária. Se não fez algo assim, não significa que não pode fazer para esta eleição. Nos bastidores, apesar da inexperiência da disputa de cargos executivos, o deputado federal Giuseppe Vecci ganhou corpo. E, não será surpresa se o partido chegar ao final do processo, dia 21 de fevereiro, com uma candidatura única.

Quem ganhou espaço, recentemente, no campo das permissões da pré-campanha foi o ex-deputado federal Luis Bittencourt (PTB). Foram muitas aparições e vantajosos espaços nos meios de comunicação para a defesa da candidatura. Do mesmo modo, Adriana Accorsi (PT), tem ocupado a agenda do debate das eleições com o presidente do partido dela, Luis César Bueno.

O definido é Vanderlan Cardoso. O quase definido é Giuseppe Vecci. Os indefinidos são Iris Rezende, Adriana Accorsi, Luis Bittencourt, Luis César Bueno, entre outros candidatos. A lição, que também não é novidade, volta à agenda: eleição não se ganha véspera e muito menos sem planejamento e estratégia, sem ocupação de espaços e sem aliança. A corrida já começou.

 

Comentários

comentarios

ANÚNCIO

Qual a sua opinião sobre a notícia? Quer comunicar correções?