25 de fevereiro de 2024
Brasil • atualizado em 08/03/2021 às 17:04

Condenações de Lula relacionadas à Lava-Jato foram anuladas por Fachin, nesta segunda-feira (8)

Foto: Arquivo Pessoal/Facebook
Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) anulou, nesta segunda-feira (8), as condenações de Luiz Inácio Lula da Silva relacionadas às investigações da Operação Lava Jato. A determinação restabelece, entretanto, os direitos políticos do ex-presidente, que se torna elegível para qualquer cargo público.

De acordo com Fachin, a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha a competência para julgar casos como do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula. Os processos serão remetidos à Justiça Federal do Distrito Federal.

“Embora a questão da competência já tenha sido suscitada indiretamente, é a primeira vez que o argumento reúne condições processuais de ser examinado, diante do aprofundamento e aperfeiçoamento da matéria pelo Supremo Tribunal Federal”, diz a nota.

A Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec) divulgou, neste domingo (7), uma pesquisa em que aponta que Lula é o candidato com maior capital político para derrotar o presidente Jair Bolsonaro numa eventual disputa em 2022.

Leia Também

Leia mais sobre: / / / / / Brasil / Notícias