ANÚNCIO

A afirmação do prefeito de Goiânia foi dada em entrevista ao Jornal da Manhã, da Rádio Bons Ventos FM 107,3 na terça terça, 15.“Eu vou recorrer à justiça, porque com honra não se brinca”, protestou Iris Rezende (MDB) sobre os quatro pedidos de indiciamento do prefeito, no relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde, por improbidade administrativa.

“Um grande equívoco dessa legislatura da Câmara Municipal foi a criação dessa CPI”, avaliou Iris Rezende, pela primeira vez, em entrevista.

O prefeito insistiu que o relatório ainda não foi aprovado e que, na reunião da sexta, quando será votado o conteúdo, poderá ter uma vitória com a rejeição. Nos bastidores, desde a tarde da segunda, quando foi apresentado, circulam informações de que a base de Iris Rezende tenta articulação para rejeitar o texto do vereador Elias Vaz com as recomendações de indiciamento do gestor.

ANÚNCIO


“Você me pergunta: você está preocupado? Não estou, não. Porque acima de CPI, de Câmara, de Assembleia, de Congresso, nós temos o Poder Judiciário para punir as pessoas que abusam do poder”, disse Iris Rezende em tom bem enfático.

Mais de uma vez, como tem dito em outros momentos, o prefeito reforçou o apoio político à secretária da saúde de Goiânia, Fátima Mrué. Segundo ele, os vereadores ainda não entenderam que ela está executando correções na gestão da pasta. “Eu disse a eles: ‘Ela não está cometendo atos ilícitos, ela está corrigindo”, disse.

Veja a íntegra da entrevista concedida a Altair Tavares, Alípio Nogueira, Emerson Vargas e Álvaro da Universo, com produção de Marcley Matos e Rodrigo Augusto.

 

Comentários

comentarios

ANÚNCIO