Colônia de férias inclusiva tem 82% de vagas ocupadas por autistas


Com 82% das vagas preenchidas por crianças com autismo, a Colônia de Férias Terapêutica da Girafa Gigi será realizada em Goiânia, entre os dias 13 e 17 de janeiro, no Hotel Hilton Garden Inn. A iniciativa, que tem o objetivo de oportunizar momentos lúdicos para as pessoas com deficiência durante o período das férias escolares, é da mestre em Psicologia Maria Paula Chaim. O evento ocorre durante todo o período da manhã, das 8 às 12 horas, com atividades para os pequenos de 1 a 10 anos, e também para pais e mães. Ao todo, 37 crianças participam da programação.

As crianças vão passar por quatro salas temáticas, que têm também funções distintas: estimulam, por exemplo, áreas ligadas à cognição e habilidades sociais; à psicomotricidade; ao corpo; e, ainda, à comunicação e linguagem. Sabendo da importância de animais no tratamento das pessoas com atraso no neurodesenvolvimento, Maria Paula Chaim repete a experiência que surpreendeu os participantes da colônia no ano passado: Luna, um cão da raça Golden, vai estar com os pequenos na quarta-feira, 15 de janeiro.

“É importante que nas férias as estimulações sejam diferentes das realizadas no dia a dia. Isso porque vamos trabalhar ‘quebra de rotina’, o que para meninos e meninas com autismo é extremamente difícil, e também o retorno às aulas”, exemplifica Maria Paula. “Costumo falar que as crianças vão enfrentar inúmeros desafios ao longo da semana na nossa colônia, mas com todo o suporte terapêutico necessário e, o principal, respeitando a individualidade e potencialidade de cada uma”, reforça a psicóloga.

ANÚNCIO


Cada participante vai contar com um mediador exclusivo para realizar as atividades propostas. Sessenta pessoas vão trabalhar em prol das crianças, entre profissionais e estudantes de áreas como Medicina, Psicologia, Fisioterapia, Pedagogia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Educação Física, Psicomotricidade e Musicoterapia – toparam contribuir com a iniciativa criada por Maria Paula, que já entra em sua quinta edição.

De forma geral, a colônia é destinada a qualquer criança que tenha alguma particularidade ou atraso no neurodesenvolvimento, mas participantes neurotípicos também foram bem-vindos. Em relação ao grande número de autistas inscritos, Maria Paula explica que o fato não espelha, necessariamente, um crescimento do número de casos, mas sim de diagnósticos, principalmente depois da mudança de critérios no mais recente Manual de Psiquiatria. “Uma esperança que se consolida é o estudo genético, que tem favorecido a ciência para que a gente consiga, ter cada dia mais, bons resultados e avanços para a qualidade de vida das crianças e familiares”, ressalta.

Neste ano, os participantes da colônia são de Goiânia, Trindade, Caldas Novas, Buriti Alegre, Itapaci e Hidrolina, cidade do Vale do São Patrício que fica a cerca de 260 quilômetros da capital. Além de crianças autistas, meninos e meninas com síndrome de down, paralisia cerebral e síndrome de 13 Q – estarão presentes no evento, que inclui também um Festival de Sorvetes. Trinta por cento das vagas são provenientes de cotas sociais e foram destinadas às famílias carentes. As vagas para a colônia se esgotaram em dezembro do ano passado.

Adultos
Enquanto os filhos se divertem e aprendem brincando, os pais podem tirar dúvidas com um time renomado de profissionais goianos. Uma série de palestras foi cuidadosamente preparada por especialistas em Musicoterapia, Psicologia, Neuropsicologia, Medicina, Psicopedagogia, Nutrição, Educação Física, Psicomotricidade e Fonoaudiologia.

Novidade este ano, as vivências práticas prometem agradar aos adultos. Para as mães, cuja rotina ainda é mais pesada com o “leva-traz” dos filhos para as terapias, um momento, em especial, foi planejado: uma oficina de automaquiagem, que será realizada no dia 16 de janeiro.

Para viabilizar a colônia e, principalmente, as cotas sociais destinadas às crianças carentes, Maria Paula Chaim contou com os seguintes patrocinadores: Fono Baby Kids; FGR Urbanismo S.A; Hilton Garden Inn; Vida Sonora Instituto de Musicoterapia; Damaceno Espaço Terapêutico; Bela Infância Clínica Pediátrica; Girafa Brinquedos; TG Core e Creme e Mel.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO