Candidato ao governo, Caiado propõe criação de “hospital de almas”

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) firmou compromisso de criar programa social em parceria com as igrejas para recuperação de dependentes químicos com o nome de “hospital de almas”. A proposta foi apresentada no domingo, 1, na missa de encerramento da Romaria do Divino Pai Eterno, em Trindade.

Católico praticante, o candidato reforçou que respeita todas as práticas religiosas e com apoio massivo também da comunidade evangélica poderá colocar em prática seu projeto de apoio a usuários que querem sair das drogas.

“Sou um homem que respeita todas as práticas religiosas. Tanto eu como o senador Wilder Morais temos o apoio, posso dizer quase a totalidade, dos evangélicos do estado de Goiás. Se Deus e o povo goiano permitirem e eu chegar ao governo, vou colocar nas mãos das igrejas uma política social que até hoje não foi implantada em que ao Estado caberá o primeiro momento de atenção a um paciente, a um drogado, a um dependente, a um cidadão que caminhou pelo desvio da vida. Mas, a seguir a isso, nós faremos convênios com todas as ações sociais das igrejas para que essas pessoas sintam aí sim a condição mínima para acreditar, ter fé, reintegra-se a sociedade e poder buscar um rumo na sua família. Com isso, faremos este convênio que nós chamamos ‘Projeto Hospital de Almas'”, explicou Caiado.

ANÚNCIO


PESQUISA ELEITORAL: Caiado lidera com 37%; José Eliton subiu para 15%, diz Pesquisa TV Record/Real Time

Comentários

comentarios

ANÚNCIO