Caiado diz que ENEL é um “desastre” e cobra solução para energia

ANÚNCIO

Para o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), a ENEL Brasil estaria “impedindo que as indústrias venham para nosso Estado por falta de energia”. A opinião foi dada neste domingo, 27, no encerramento da Expoagri de Jataí 2019.

Caiado (dir.) e Abel Rochinha (esq.): Governador faz cobrança por causa da falta de energia
Em janeiro, o governador Caiado fez a primeira cobrança ao presidente da Enel, Abel Rochinha (foto Divulgação)

No evento, o governador fez um pedido inusitado aos produtores rurais de Goiás para realização de cobrança contra a empresa de energia. Caiado afirmou que “já disse desse problema para o presidente Jair Bolsonaro e ele me disse que vai achar uma decisão imediata”. No entanto, não esclareceu qual seria.

Caiado disse que não é possível esperar soluções para a partir de 2022, quando é a promessa de maiores investimentos.

ANÚNCIO


“Nós queremos imediatamente atenção à demanda que é feita”, reforçou. “Ou seja, é um desastre. Estamos implantando uma policlínica em Posse, no nordeste do Estado, uma das mais carentes de Goiás, e estou com a informação de que a Enel não tem como oferecer energia para instalar os equipamentos de exames. E só temos a Enel. Ou ela atende às nossas demandas ou é inadmissível que continue respondendo pela distribuição de energia no Estado”, frisou.


LEIA TAMBÉM:

ENEL fez os goianos sentirem saudade da CELG, diz Baiochi

Comentários

comentarios

ANÚNCIO

Qual a sua opinião sobre a notícia? Quer comunicar correções?