29 de fevereiro de 2024
Destaques • atualizado em 16/02/2021 às 12:37

Bolsonaro disse que pedirá à Anvisa o uso emergencial do spray EXO-CD24 de Israel para combater a covid-19

42% dos brasileiros rejeitam o governo Bolsonaro. Foto: divulgação/redes sociais.
42% dos brasileiros rejeitam o governo Bolsonaro. Foto: divulgação/redes sociais.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (15/2) que enviará à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de liberação emergencial do spray EXO-CD24, desenvolvido por Israel e que, segundo ele, poderá ajudar no combate à covid-19. A declaração ocorreu por meio das redes sociais. O presidente passa o feriado de carnaval em Santa Catarina, numa praia do litoral catarinense ele encontrou com apoiadores.

“EXO-CD24 é um spray nasal desenvolvido pelo Centro Médico Ichilov de Israel, com eficácia próxima de 100% (29/30), em casos graves, contra a covid. Brevemente será enviado à Anvisa o pedido de análise para uso emergencial do medicamento”, publicou Bolsonaro em suas redes sociais.

Ainda na mesma publicação, Bolsonaro compartilhou uma postagem do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, traduzida pelo Google, na qual ele fala em cooperação de ambos os países para dar celeridade na troca de informações sobre o medicamento.

“Falei ontem por telefone com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que nos parabenizou pelo sucesso da campanha de vacinação em Israel. Concordamos em cooperar no desenvolvimento de medicamentos e vacinas contra o vírus. Espero que nos encontremos em breve!”, diz a publicação do político israelense.

Leia Também

“Entre outros assuntos, tratamos da participação do Brasil na 3ª fase de testes do spray EXO-CD24, medicamento israelense que, até o momento, vem obtendo grande sucesso no tratamento da covid-19 em casos graves”, ressaltou Bolsonaro.

Ainda na live, o presidente disse estar animado com o sucesso, segundo ele, do medicamento.

“É uma tremenda notícia. Espero que seja realmente eficaz no tratamento contra a covid-19. Agora pergunto a você: você tem um pai, irmão ou amigo que está ali: “Olha, vai ser intubado”, você vai dar um spray no nariz dele ou não? Ou vai tratar isso como uma hidroxicloroquina, porque também não tem comprovação científica? Então o mundo, com esse tratamento off label (fora da bula), acaba descobrindo as coisas”.


Leia mais sobre: / / Destaques / Política