28 de fevereiro de 2024
Cultura • atualizado em 21/02/2021 às 11:03

Artistas querem criar Prêmio da Música Sertaneja para fomentar a cultura e turismo em Goiás

Rogério Cruz recebe das mãos de Emerson Biazon, presidente da Ordem dos Músicos em Goiás o projeto com ideias para a Cultura goiana
Rogério Cruz recebe das mãos de Emerson Biazon, presidente da Ordem dos Músicos em Goiás o projeto com ideias para a Cultura goiana

Artistas e representantes do meio musical pretendem criar um Prêmio da Música Sertaneja com objetivo de fomentar a cultura e o turismo no estado de Goiás. “O PREMMUS Premiação da Música Sertaneja deverá ser um evento anual que fortalecerá Goiás no cenário da música sertaneja em todo o Brasil”, explica Emerson Biazon, presidente da Ordem dos Músicos – Goiás (OMB-GO). 

Além do evento, a entidade pretende emplacar Goiás como região capital para a música sertaneja no mundo. Ambas as inciativas são as principais premissas apresentadas ao Governo do Estado e às prefeituras do Estado, por meio de um Plano de Cultura elaborado pela entidade.

“Esse plano é não só valorizar a cultura, mas para oficializar para o mundo que Goiás é a capital da música sertaneja e com isso valorizamos os cantores, músicos e compositores”, destaca Biazon. Muito além de valorizar o segmento sertanejo, o documento ainda pretende o Prêmio Goiano de Cultura, que buscará premiar as melhores práticas em diferentes categorias culturais. 

Ele explica que em Goiânia estão concentrados além dos músicos e cantores, produtores, agenciadores, profissionais de apoio aos eventos e shows, além dos principais compositores dos sucessos atuais. “É uma turma que movimenta muito na nossa cultura e também na economia. Precisam ser valorizados, principalmente nessa época de pandemia, em que nosso segmento foi o primeiro a parar e deverá ser o último a retornar”

Leia Também

Biazon explica que o plano também tem função social, como facilitar o acesso de presos à música e por consequência, no apoio a ressocialização dos detentos, além de criar mais polos de ensino para crianças e adultos. O plano já foi apresentado para o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), e para representantes do Governo Ronaldo Caiado, como o titular interino da Cultura, César Moura, e também ao secretário de Saúde, Ismael Alexandrino. “Pretendemos mostrar para prefeitos e secretários do interior do Estado para que possam também implantar suas ideias e fazerem ações regionalizadas”, destaca Biazon.


Leia mais sobre: Cultura