Wilson: Gameleira tem crescido e não quer voltar a ser distrito (foto divulgação)
ANÚNCIO

Ação e reação, como na física, assim é a política. Partiu do prefeito de Gameleira, Wilson Tavares, a iniciativa de começar uma campanha de mobilização contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo que visa extinguir os municípios com menos de 5 mil habitantes  e arrecadação própria inferior a 10% da receita total.

Além de Gameleira, outros 94 municípios goianos podem ser incorporados pelas cidades vizinhas, segundo a assessoria do prefeito.

O gestor destaca que a cidade cresceu bastante desde que foi emancipada, em 1997. Para Wilson, Gameleira está em desenvolvimento e voltar a ser distrito de outro município é um retrocesso muito grande.

ANÚNCIO


“Essa pauta é completamente desfavorável. A emancipação de Gameleira foi uma conquista de todos os moradores e a possibilidade de voltar tudo para trás, nos causa indignação”, afirma.

Algumas medidas estão sendo tomadas pelo prefeito para impedir a aplicação da PEC. “Irei à Brasília me aprofundar nesse tema, conversar com cada deputado e senador, farei abaixo assinado, audiências públicas, trabalharei com total empenho para que isso não aconteça”, defende Wilson.

Cada prefeito tem reagido de um jeito. Enquanto Gameleira começou a campanha, há prefeitos que ainda nem sabem o que dizer sobre o assunto.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.