24 de fevereiro de 2024
BASTIDORES DA ELEIÇÃO • atualizado em 05/02/2024 às 12:07

Aliado do PT em Brasília, PSB goiano posterga definição de apoio em Goiás

Elias Vaz evita falar sobre apoio a Adriana Accorsi (PT)
Elias Vaz, ex-deputado federal e presidente do PSB em Goiás (Foto: Divulgação)
Elias Vaz, ex-deputado federal e presidente do PSB em Goiás (Foto: Divulgação)

Na base do PT, em Brasília, com ministérios estratégicos no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PSB goiano diz que vai definir o apoio em Goiânia apenas mais adiante por entender que “não faz sentido” a definição no atual momento. A avaliação foi feita pelo próprio presidente estadual da sigla, Elias Vaz ao O Popular.

Elias, inclusive, tem cargo no Ministério da Justiça e Segurança Pública e era um dos braços direitos do ex-titular Flávio Dino (PSB) que deixou o cargo para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal. Sob a batuta de Ricardo Lewandowski, permanecerá na função de secretário de Assuntos Legislativos da pasta.

Questionado sobre o apoio em Goiânia, Elias Vaz confirmou que o assunto será deixado para depois. “Estamos esperando o cenário ficar mais definido. Ninguém decidiu e não tem sentido a gente fazer essa conversa agora. Mas vamos analisar para além do campo da esquerda”, salientou.

Elias já tinha manifestado anteriormente desejo de conversar com outros partidos para além do PT e segue a mesma postura. “Temos de procurar alianças para fortalecer o campo democrático. Temos um conjunto de partidos que tem compromisso com o governo e com a estrutura democrática”, salientou.

Leia Também

Leia mais sobre: Política