Geraldo Alckmin - Foto: Governo do Estado de São Paulo
ANÚNCIO

O pré-candidato a presidente do PSDB, Geraldo Alckmin, posicionou-se em defesa da demoracia e contra movimentos considerados defensores da volta dos militares. De quebra, questionou o discurso pelo uso de armas que é um dos preferidos pelo deputado federal Jair Bolsonaro.

Disse Alckmin, nesta terça, 12:

“Nós não vamos botar o hospital para funcionar à bala. Não vamos melhorar a qualidade da educação brasileira à bala. Não vamos fazer a duplicação da BR-282 e ferrovias à bala” 

ANÚNCIO


Alckmin tem razão. A saída do país é pela democracia.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO