24 de fevereiro de 2024
TSE • atualizado em 27/06/2023 às 20:31

Acompanhe o segundo dia do julgamento que pode deixar Bolsonaro inelegível

Relator da ação contra ex-presidente disse não ser possível fechar olhos para "mentiras e discurso violento"
Sessão começou com a leitura do voto do relator, que tem 400 páginas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Sessão começou com a leitura do voto do relator, que tem 400 páginas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou, às 19 horas desta terça-feira (27), a segunda sessão do julgamento que pode o ex-presidente Jair Bolsonaro inelegível por oito anos.ebc A sessão começou com a leitura do voto do relator, ministro Benedito Gonçalves (foto de destaque), que deve durar cerca de três horas. O documento tem aproximadamente 400 páginas. 

Após o posicionamento do relator, os demais ministros passam a votar na seguinte sequência: Raul Araújo, Floriano de Azevedo Marques, André Ramos Tavares, Cármen Lúcia, Nunes Marques e o presidente do Tribunal, Alexandre de Moraes.

Se for necessária mais uma sessão para julgar o caso, o TSE já reservou a terceira sessão para quinta-feira (29). Acompanhe abaixo:

Caso algum ministro faça um pedido de vista para suspender o julgamento, o prazo para devolução do processo é de 30 dias, renovável por mais 30. Com o recesso de julho nos tribunais superiores, o prazo subirá para 90 dias.

Leia Também

Na quinta-feira (22), no primeiro dia do julgamento, o TSE ouviu os argumentos apresentados pelos advogados do partido que protocolou a ação, a defesa de Bolsonaro e a acusação do Ministério Público Eleitoral (MPE).

Com informações da Agência Brasil


Leia mais sobre: / / / Justiça e Direito