“A Gargalhada de Sócrates” será lançado no Velvet36

O espaço localizado no setor Marista, em Goiânia, será palco do lançamento da versão impressa do livro “A Gargalhada de Sócrates”, do escritor mato-grossense radicado em Goiás Nelson Moraes. Eleito um dos dez melhores romances de 2018, segundo votação feita pela Revista Bula, a obra mistura humor e suspense

ANÚNCIO


Apontado como um dos dez melhores romances de 2018, segundo votação promovida pela Revista Bula com 1,2 mil leitores, o livro “A Gargalhada de Sócrates”, do escritor mato-grossense radicado em Goiás Nelson Moraes Alves – lançado pela Amazon em versão e-book, em novembro do ano passado – ganha agora uma edição impressa, independente e com tiragem limitada, cujo lançamento será no próximo dia 19 (terça-feira), às 18h30, no Velvet36 Rock’n Roll Bar, no Setor Marista, em Goiânia. A publicação no formato físico atende a pedido dos próprios leitores, tanto aqueles que já conheceram a obra na plataforma digital, como os que já conferiram a repercussão do livro, mas não têm familiaridade com a leitura em equipamentos digitais.

O autor receberá o público para uma noite de autógrafos e um bate-papo sobre a obra, que traz a narrativa de um romance policial em tom de sátira e que se passa no século 4 a.C, misturando humor e suspense em uma paródia estilística sobre os últimos dias de vida de Sócrates, o mais expoente filósofo da Grécia antiga.

De maneira bem humorada e intrigante, Nelson Moraes usa fatos reais para sedimentar o relato feito pelo satirista Aristófanes, um dos principais críticos das ideias de Sócrates, a seu filho Filipos sobre os diálogos que manteve com o filósofo grego. A trama tem como eixo central uma situação então inimaginável de dois personagens antagônicos, Sócrates e Aristófanes, que se unem para desvendar uma série de assassinatos brutais de filósofos em Atenas.

Tudo isso ocorre em meio ao cárcere de Sócrates, que havia sido condenado à pena de morte por influenciar os jovens da época com suas ideias. Enquanto ele aguardava pela execução da pena capital, seu crítico mais contumaz o visitava na prisão para tentar entender, com o pensador, como ele mesmo, Aristófanes, foi envolvido nas cenas dos crimes.

A filosofia e o pensamento crítico, claro, estão presentes na obra de Nelson Moraes. São o pano de fundo para despertar no leitor alguns questionamentos que, assim como naquela época, nos levam a refletir sobre o papel do Estado na sociedade, os prejuízos da corrupção, o sentido da vida e dos relacionamentos. “Esse é um livro em que o leitor questiona suas certezas o tempo todo. Minha intenção foi justamente despertar nas pessoas essa discussão, mais atual do que nunca, sobre o espírito crítico de uma época. Por isso, escolhi as figuras de Sócrates e Aristófanes, porque naquele tempo, cada um ao seu modo, já fazia indagações em torno da realidade da vida e do Estado”, diz o autor.

Teatro
Editor do site República dos Bananas e ex-editor das revistas Playboy e VIP, o escritor e jornalista Edson Aran aprovou o livro e até propõe uma adaptação para o teatro. “Gostei muito. A estrutura em diálogos parodiando, os textos gregos de filosofia são um grande achado, porque também conversam com o teatro… No palco, com bons atores, aquele ótimo texto vai ficar muito bom”, sugere Edson.

Disponível atualmente em formato digital, na plataforma Kindle, A Gargalhada de Sócrates, além de figurar entre os 10 melhores romances de 2018, segundo votação promovida pela Revista Bula, também foi considerado um dos 20 melhores livros do ano passado.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO