Os novos projetos para a TBC e a RBC tem foco no jornalismo ao vivo

O futuro dos veículos da Agência Brasil Central ( TV Brasil Central, Rádio Brasil Central AM e FM) é direcionado para uma cobertura mais intensa de notícias, segundo João Bosco Bittencourt, que foi nomeado novo presidente da instituição que cuida dos veículos de comunicação do Governo de Goiás.
Ele promete focar a gestão, que começa na segunda (5/2), na ampliação da produção de conteúdo e dinamização da integração com a internet. Na área técnica, a ampliação da cobertura do sinal da TBC também está entre as prioridades do novo presidente.
Uma das prioridades, segundo ele, será a aproximação dos veículos com a sociedade. O presidente enfatizou que pretende conduzir uma “linha editorial sem oficialismo” e aposta grande na abertura de canais de interação com a comunidade, por meio das redes sociais e participações de telespectadores e intensificação da cobertura nos bairros e no interior do Estado.
As mudanças já foram apresentadas ao governador Marconi Perillo e ao vice-governador José Eliton, quem endossaram o projeto.
Para ele, sobre a TBC, o objetivo é fazer da emissora um canal “hardnews”, ou seja, voltado para a apresentação e análise de notícias de grande impacto social, na hora em que acontecem.
Novos programas devem ser criados, as transmissões ao vivo ampliadas, novos profissionais incorporados à equipe e os bons quadros da casa serão valorizados.
Com os investimentos, a TBC consolida a nova fase, que será completada pela gestão de João Bosco com a ampliação dos investimentos em produção de conteúdo jornalístico. Para custear todo processo de digitalização, o Governo de Goiás investiu R$ 26 milhões, recursos obtidos por meio de financiamento junto ao Banco do Brasil. Primeiramente foi feita a reforma do prédio, em seguida as instalações elétricas, acústicas, além do sistema de refrigeração.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO