Entrada do Centro de Vacinação da prefeitura de Goiânia, ao lado do CAIS do SPL
ANÚNCIO

A partir desta quarta-feira, 02, a vacinação contra gripe retoma em 56 salas de vacina espalhadas por todas as regiões de Goiânia. Para esta etapa, as doses estão disponíveis para os professores e também para quem faz parte dos grupos prioritários e ainda não se imunizou. Durante toda campanha já foram vacinadas 320 mil pessoas na Capital, o que equivale a cerca de 75% da população.

SAÚDE EM GOIÂNIA: Iris afirma que vereadores são influenciados por descontentes na saúde

No fim da tarde de sexta-feira, 29, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) recebeu 38 mil doses da vacina e, de acordo com a logística de distribuição, a previsão é que até às 10 horas da manhã desta quarta-feira todas as salas estejam abastecidas. No Centro Municipal de Vacinação e Orientação ao Viajante do setor Pedro Ludovico, unidade referência da Prefeitura em imunização, as vacinas devem estar disponíveis a partir das 8 horas.

ANÚNCIO


Dados

Cerca de 320 mil pessoas já se vacinaram em Goiânia e os idosos fazem parte do grupo com a maior taxa de cobertura até o momento. A estimativa é que 95% da população com idade igual ou superior a 60 anos já tenha se vacinado. Entre os trabalhadores da área de saúde o valor atinge 80%.

“Nos próximos dias a expectativa é que as pessoas dos demais grupos também procurem uma das salas para se vacinar, em especial crianças e gestantes “, destaca a superintendente de Vigilância em Saúde da SMS Goiânia, Flúvia Amorim. Os dados apontam que algumas populações ainda não atingiram metade da taxa de cobertura. É o caso das crianças maiores de seis meses a menores de cinco anos (40%), gestantes (37%) e das mulheres no pós-parto (37%).

Apesar da vacinação de professores se iniciar nesta semana, já foi registrado uma cobertura de 44% da população deste grupo. “Muitos já se vacinaram nos primeiros dias da campanha”, explica Flúvia Amorim. A campanha segue até o dia 1º de junho e um “dia D” Nacional está marcado para 12 de maio.

CRM – Gripe H1N1: Só agora, conselho dos médicos inicia fiscalização em Goiânia

Comentários

comentarios

ANÚNCIO