Reduzidos juros do cheque especial do Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco anuncia a redução de 0,97 ponto percentual ao mês na taxa média de juro do cheque especial. A decisão, já em vigor, está associada a fatores como a redução da inadimplência e uma agenda consistente e estruturada do Banco Central para redução do spread bancário. Clientes dos bancos reclamam que os juros de empréstimo, cartão de crédito, financiamentos e crédito pessoal estão com juros abusivos.

LEIA TAMBÉM: Crédito consignado: Itaú Unibanco anuncia redução de juros

A expectativa é de que a taxa média do cheque especial caia de 12,70% para 11,90% ao mês. Vale ressaltar que as taxas médias representam a média de todas as contratações realizadas naquele mês, mas não necessariamente são praticadas para todos os clientes que possuem os produtos do banco.

ANÚNCIO


“Estamos sensíveis à demanda da sociedade e acreditamos que a queda estrutural do juro básico é positiva para o nosso negócio, permitindo uma atuação cada vez mais forte nas concessões de crédito. Já reduzimos nossas taxas e temos o compromisso de continuar a fazê-lo, de forma responsável, e de acordo com as condições do País”, afirma Flavio Iglesias, diretor do Itaú Unibanco.

O anúncio do Itaú Unibanco se segue às medidas de autorregulação do cheque especial anunciadas pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), no início de abril. As novas regras, que aperfeiçoam o uso do cheque especial e permitem que o cliente tenha acesso a linhas mais vantajosas e com custo mais baixo, entrarão em vigor em 1.º de julho.

“Nossa expectativa é de que as medidas de autorregulação reduzam a inadimplência e, consequentemente, as taxas de juros. Nos antecipamos a esse movimento por entender que o cenário econômico melhorou, o que já se reflete em índices de inadimplência menores”, explica Flavio Iglesias.

O cheque especial é uma linha de crédito para ser utilizada em situações emergenciais, e por um curto período de tempo. Como parte do programa de uso consciente do dinheiro para prevenir o endividamento, quando o Itaú Unibanco percebe que o uso do cheque especial está sendo feito de forma inadequada, oferece alternativas de parcelamento com taxas reduzidas. O objetivo é contribuir com a organização financeira do cliente, que tem a oportunidade de trocar uma dívida mais cara por uma mais barata.

Nos últimos meses, o Itaú Unibanco repassou os cortes da taxa básica Selic para diversas linhas de financiamento. No cheque especial, por exemplo, a taxa média caiu 22,05 p.p ao ano, ante 7,75 p.p. da Selic no comparativo entre outubro de 2016 e abril de 2018.

Comentários

comentarios

ANÚNCIO