Prefeitos repudiam adiamento do orçamento impositivo em Goiás

ANÚNCIO

Nesta quarta, 7, a Associação Goiana dos Municípios repudiou a tentativa de adiamento da vigência do orçamento impositivo pelo governo de Goiás. A proposta foi feita pelo deputado Bruno Peixoto(MDB) e atendeu à vontade do governador eleito Ronaldo Caiado (DEM).

“É extremamente prejudicial e um retrocesso na luta pelo fortalecimento dos municípios e na valorização do trabalho parlamentar”, diz o documento assinado pelo prefeito Kelson Vilarinho, presidente da AGM-GO.

Veja o documento: NOTA DE REPÚDIO DA AGM SOBRE ADIAMENTO DO ORÇAMENTO IMPOSTIVO

Comentários

ANÚNCIO


comentarios

ANÚNCIO