Iris Araújo prega necessidade de mudança no diretório do MDB após derrota eleitoral

A primeira dama de Goiânia e ex-candidata a deputada federal, Dona Iris de Araújo, defende um processo de mudança na direção do partido MDB, pois o partido “virou nanico” após a eleição de 2018. Em Goiás, Daniel Vilela foi candidato a governador derrota e Henrique Meirelles foi humilhado como candidato a presidente.

Segundo ela, “a direção do MDB não honrou compromissos, principalmente com as mulheres”. A crítica é uma clara referência à falta de apoio às candidaturas femininas e, ela própria, antes da eleição externou reclamações no mesmo sentido.

“Denunciei o fato durante a campanha”, disse ela, nas redes sociais.

ANÚNCIO


Para ela, “o partido (MDB) precisa de novos rumos e sob nova direção para não correr o risco de acabar de vez”.

VEJA AS POSTAGENS DO DOMINGO, 14:


Comentários

comentarios

ANÚNCIO