ANÚNCIO

O levantamento da Paraná Pesquisas foi feito entre 28 de agosto de 1 de setembro e coletou a opinião do eleitor do Rio Grande do Sul (RS) para presidente da República. Entre 1590 entrevistados, o pré-candidato Jair Bolsonaro foi citado por 23,5% para chefiar o Executivo Federal. Logo atrás, Luís Inácio Lula da Silva (PT) conseguiu 18,3%.

Na pesquisa anterior, também da Paraná Pesquisas, com eleitores do RS, Lula e Bolsonaro estavam em empate técnico no Estado. 

Segundo o relatório, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ficou em terceiro com 8,8% das citações. O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, apesar de não pertencer a nenhum partido, ficou em quarto com 8,1%.

ANÚNCIO


A ex-senadora Marina Silva conseguiu 7,3% e o ex-governador do Pernambuco, Ciro Gomes, ficou com 7%. Já Alvaro Dias alcançou 6,3%. Os eleitores que disseram não saber em quem votar foram 4,5% enquanto os que disseram que não votariam em nenhum foram 16,1%.

 

Na simulação da pesquisa estimulada em que João Doria é incluído no lugar de Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo alcança um percentual bem melhor do que o seu padrinho político. Com 13,1%, ele tem uma posição bem melhor e beira um empate técnico com o ex-presidente Lula.

A pesquisa tem margem de erro de 2,5% e foi realizada para coletar a opinião do eleitor do Rio Grande do Sul.

 

Comentários

comentarios

ANÚNCIO